| em 19 outubro 2008

Três Fases Mais Marcantes Na Vida De Um Jovem


Texto: Ec 11.9a; Pv 18.22


Conscientes que somos que a melhor fase da vida é a fase jovem, destacaremos as três mais marcantes.

1ª Fase - "Namoro"
O namoro, que é algo natural na juventude, tem causado sérios transtornos à vida familiar; uma vez que a maioria dos jovens tem absorvido a idéia de namoro, do ponto de vista do mundo; negligenciando o ponto de vista de Deus.


A) O Ponto de vista do mundo em relação ao namoro.

1 - CORPO – plena satisfação física (a tendência no namoro, é de um envolvimento no sentido físico).

2 - ALMA - (mente) o sentimento de culpa adquirido pelo envolvimento físico, faz com que a alma tente uma justificação das transgressões.

3 - ESPÍRITO – ausência de unidade espiritual.(quanto mais duas pessoas se envolverem em experiências sexuais, mais se sentirão culpadas).

B) O Ponto de vista de Deus em relação ao namoro (I Ts 5.23)

1 - ESPÍRITO – Unidade do espírito (namoro).Deve começar no plano espiritual.

2 - ALMA – Unidade da mente (noivado).É o plano social.

3 - CORPO – Unidade física (casamento).Aqui, haverá o envolvimento sexual do casal, de acordo com o padrão de Deus. (Gn 2.24)

“O PROPÓSITO FUNDAMENTAL NO NAMORO, DEVE SER ALCANÇAR UMA VERDADEIRA INTIMIDADE ESPIRITUAL” (descobrir o verdadeiro “eu” do companheiro)
O verdadeiro relacionamento é baseado no que a pessoa pode dar a outra e não naquilo que pode “receber”.
O amor consegue esperar o momento certo; mas a luxúria não.

3 - Conselhos para uma juventude sadia

1 - Somente namorar uma pessoa crente.(II Co 6.14)
2 - Que os alvos de Deus sejam compatíveis à vida de ambos.(I Co 1.28,29)
3 - Que sua conduta com o outro (a) esteja sempre dentro dos princípios de Deus.(I Ts 4.3-8)
4 - Que todas as suas atividades sejam centralizadas em coisas que honre e glorifique a Deus (I Co 3.17;10.31).
5 - Reconheça que seu namorado (a) é propriedade de Deus.(Lc 9.23,24)
6 - Procure ter as qualidades que Deus deseja que naturalmente faça parte da sua vida.(Sl 34.4)
7 - Esteja disposto a ficar solteiro (sozinho) até quando o Senhor desejar.(Sl 40.8)


“Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade


2ª Fase – Noivado – (pré-nupcial)

É o período em que o casal de namorados entende que foram feitos um para o outro. Nesta fase é importante a observação de três exigências básicas:

_ Compromisso
_ Lealdade
_ Testemunho – É nesse quesito que nos vem a memória, as alianças; que nos leva a seguinte reflexão:

a) Ouro – Lembra a durabilidade do material; como deve ser duravel o amor.
b) Circulo – Lembra a unicidade; como deve ser o casal.
c) Dedo anelar – É o que sustenta o anel “preservação”; é o dedo menos usado. Segundo os antigos, o dedo anelar é ligado por uma veia diretamente ao coração.

3ª Fase – Casamento – É o inicio de uma vida a dois; é o “bem-vindo ao mundo real”.

E – DUAS RAZÕES PARA NÃO TER RELAÇÕES SEXUAIS ANTES DE CASAR.

Primeira razão – é ordem de Deus que o homem e a mulher formalizem um compromisso matrimonial.
Gn 2.24 – “É por isso que o homem deixará pai e mãe, e se apegará à sua mulher, e serão uma só carne”

Observe:

(A) deixar pai e mãe.
(B) comprometer-se com casamento
(C) sexo

Jesus aprovou essa idéia em Mt 19.5; e Paulo a aprovou em I Co 6.16.
Em Dt 22.13-30 há regras rígidas quanto ao relacionamento sexual antes do casamento.
Em I Co 7.9 Paulo não diz que em caso de alguém não se controlar, “que vão ao motel”; Ele afirma que a opção para a pessoa que está pressionada ao sexo, é casar-se o mais breve possível.

Nota: José ficou embaraçado com a gravidez de Maria, visto que não era comum tal fato. (Mt 1.18-25)
Não há um único versículo na Bíblia que estimule a fornicação (relação sexual entre solteiros); Mas há vários que a condenam.
( At 15.29; 21.25; Ef 5.5; I Tm 1.1; Hb 12.16; Ap 21.8; Hb 13.4; I Co 5.1; 6.13-18; II Co 12.21; Ef 5.3; I Ts 4.3-8)

Deus quer que dominemos os nossos impulsos sexuais – Fl 4.13

Segunda razão –Traz conseqüências desagradáveis. Nas áreas:

(A) Emocional – culpa, ciúme, medo, ansiedade, insegurança, autocondenação, depressão. Um total desastre psicológico.
(B) Relacionamentos interpessoais – namorados que experimentaram o sexo antes do casamento, podem levantar acusações mútuas durante o matrimônio.
(C) Espiritual – a fornicação, o adultério e toda imoralidade é condenada por Deus como pecado.
(D) Física – gravidez ilegítima, doenças venéreas e etc.

“Os jovens que aceitam a direção divina em seus planos e ideais, podem estabelecer lares exemplares que contribuem para o bem da sociedade e das gerações futuras”.(Dt 28)


V – QUE FAZER PARA CORRIGIR O ERRO COMETIDO?

(A) Reconheça diante de Deus o pecado de ter defraudado (instigado o próximo ao sexo).
(B) Peça perdão a Deus (I Jo l.9).
(C) Conserte seu erro com a pessoa a quem ofendeu.


II - MASTURBAÇÃO – O GRANDE CONFLITO.

I Ts 4.1-8

A masturbação não é uma doença; é um sintoma de um problema emocional. É auto-erotismo. Não há na Bíblia a palavra masturbação. Essa palavra foi citada pela primeira vez pelo poeta Marcial no século I dC; tem conotação acentuadamente negativa, pois se deriva de “manu” e “strupare”, que significa: “sujar com as mãos”.

(1) Duas verdades que já sabemos:

1ª - Nossa sexualidade foi criada por Deus. O instinto sexual não é pecado, pecado é a aberração desse instinto.

2ª - Sexo só deve ser praticado no ambiente conjugal.

(2) Algumas opiniões a respeito da masturbação.

_ "É um ato totalmente condenável.” - Esse tipo conservador geralmente não traz nenhuma solução a frustração e agonia do jovem que tenta resolver esse problema.
_ "A masturbação é errada por não atingir o propósito de Deus – o amor conjugal.”
_ "A masturbação não é boa, nem má; é uma questão de liberdade cristã, isto é, cada indivíduo deve definir-se diante de Deus.”
_ "A masturbação é uma maneira legítima de aliviar o impulso sexual.”
_ "A masturbação é um dom de Deus que ajuda no desenvolvimento total da pessoa na juventude.”

Talvez voce tenha se identificado com uma dessas opiniões, mas, sinto-me no dever de mostrar em que pode ser prejudicial tal ato.


3 - Algumas situações em que a masturbação traz prejuizo.

Não há base médica para dizer que a masturbação seja prejudicial à saúde física; porém pode tornar-se um problema psicológico e espiritual.

Ela pode ser prejudicial em pelo menos cinco situações:

1ª - Escapismo - É a incapacidade de enfrentar problemas e situações difíceis. Tal como a droga, a masturbação pode tornar-se um meio de escape para não ter que enfrentar uma circunstância triste ou difícil na vida; também por alguns momentos de prazer, o jovem pode entrar no mundo da fantasia erótica.

2ª - O Sentimento de culpa - se o jovem vive com o peso da culpa sobre seus ombros, ele nunca poderá desfrutar da vida abundante, da alegria do Senhor e do poder e ousadia para testemunhar. (Jo 10.10; Hb 1.9; Jo 14.11; At 1.8)

3ª - Desobediência a Palavra de Deus - O judeu encarava o adultério somente no ato; Jesus, nos dá não somente a Lei(Ex 20.17), mas também o esírito da mesma (Mt 5.28)

4ª - O emocional e o espiritual - Quando chega a ser um hábito a ponto de exercer controle sobre o indivíduo, infringimos a orientação de I Co 6.19,20.

5ª - A violação da liberdade cristã (Gl 5.1) - “A liberdade em Cristo, não é para fazer o que queremos e sim, o que devemos” (Rm 6.22).


4 - Cinco sugestões para quem quer vencer o problema da masturbação:

1ª - Tenha certeza de que Jesus é seu Salvador e Senhor pessoal - Ele se importa com você (Jo 15.9).

2ª - Mantenha-se ocupado com coisas puras (Fl 4.8,9).

3ª - Mantenha distancia do que pode provocar estímulo sexual (II Tm 2.22)

4ª - Confesse seus pecados (I Jo 2.1,2; Pv 28.13).

5ª - Mantenha projetos e atividades físicas. A distração sadia lhe tornará sadio.

Medite: Rm 6.12,13

“Portanto quer comais, quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus.” (I Co 10.31)


III - O VALOR QUE O JOVEM TEM

Texto: I Jo 2.14

O apostolo João revela que escreveu aos jovens por três razões básicas:

• São fortes
• Possuem a Palavra de Deus
• São vencedores.

Já o tão admirado apóstolo Paulo,que iniciou sua carreira sendo jovem (At 7.58); acreditava no potencial jovem, dando oportunidade ao jovem João Marcos e, posteriormente a Timóteo, que provavelmente contava com seus 25 anos de idade, quando chamado ao pastorado. Paulo lhe dá os seguintes conselhos:


1º - Fortifica-te...na graça!(II Tm 2.1)

Quando o jovem descobre seu potencial e o valor que Deus lhe dá, facilmente se coloca nas suas mãos e o milagre acontece.

Para tornar-se forte é preciso:

• Boa alimentação (Mt 4.4; Sl 119.103,116)
• Exercício (II Tm 2.1)
• Prevenção (Jr 2.25; Fl 4.8; Sl 119.11)

“Ou este Livro te afastará do pecado ou o pecado te afastará deste Livro” (Moody)


2º - Não permita que ninguém te despreze (II Tm 4.12).

“O jovem é a força da Igreja; os mais idosos, a experiência.”
_ A igreja ideal é aquela que é composta de adultos e jovem.Valorize-se!
_ Geralmente se apontam os erros dos jovens; e, raramente elogiam os acertos. Isto produz sentimento de inutilidade, frustrações, decepções, timidez...
_ Não se despreze,você é jovem,Deus quer te usar (Fl 4.13). Lembre-se da palavra de Jo 2.14. Leia Fl 1.6.

3º - Torna-te padrão (modelo) dos fiéis.(I Tm 4.12)

• Na palavra (2.7)
• No procedimento
• No amor
• Na fé
• Na pureza

4º - Procura apresentar-te a Deus (II Tm 2.15)

Aprovado
* Como obreiro aprovado – alguém que trabalha.
* Que não tem de que se envergonhar – é honesto, maduro,sincero...
* Que maneja bem a Palavra de Deus – Alguém que saiba usar a Bíblia como deve ser usada – A palavra da verdade.

“Dentro de você existe um gênio, desperte-o” (anônimo)

“O maior pecado do ser humano é ignorar suas forças interiores, seus poderes criadores e sua herança divina. – ESTUDA-TE... Vê quanta coisa és capaz de fazer!” (O .S.Marden)


Bibliografia

FERNANDES, Carlos Alberto M. - “QUEM AMA ESPERA” –- 1ª edição SP – 1995 – JUMOC
COY, Larry - “CONFLITOS DA VIDA”
KEMP, Jaime - “Eu amo você” – Editora Sepal.




Ser Jovem

A Juventude não é um período da vida: ela é um estado de espírito, um efeito da vontade, uma qualidade da imaginação, uma intensidade emotiva, uma vitória da coragem sobre a timidez, do gosto da aventura sobre o amor ao comodismo.

Não é por termos vivido um certo número de anos que envelhecemos... envelhecemos porque abandonamos nosso ideal.

Os anos enrugam o rosto: renunciar ao ideal, enruga a alma. As preocupações, as dúvidas, os temores, os desesperos são inimigos que lentamente nos inclinam para a terra e nos tornam pó antes da morte.

Jovem é aquele que se admira, que se maravilha e pergunta, como criança insaciável: “E depois?” Que desafia os acontecimentos e encontra alegria no jogo da vida.

És tão jovem quanto a tua fé. Tão velho quanto a tua descrença. Tão jovem quanto a tua confiança em ti e a tua esperança. Tão velho quanto o teu desanimo.

Serás jovem enquanto te conservares receptivo ao que é belo, bom e grandioso. Receptivo às mensagens da Natureza do Homem, do infinito.

E se um dia teu coração for atacado pelo pessimismo e corroído pelo cinismo, que Deus, então, se compadeça de tua alma de velho.




Por: Pr Moisés Francisco Barreto - prmoisesbarreto@hotmail.com
(Ig Assembléia de Deus em Nova Cidade - Nilópolis - RJ)

General Mac Arthur



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):