| em 10 outubro 2009

Perfil de dois Reis


Por Filadélfia

“O verdadeiro rei ungido do Senhor, não atira lanças, quando se sente ameaçado na presença de alguém popular e promissor”.

Que tipo de rei é o seu?

O rei Saul fez o que todos os reis loucos fazem. Atirou lanças contra Davi. Podia fazê-lo. Ele era o rei. Os reis podem fazer coisas assim. Quase sempre as fazem.

Será possível que esse rei louco fosse o verdadeiro rei, ungido do Senhor?
E o rei do leitor?
É ele o ungido do Senhor?
Talvez seja. Talvez não. Só Deus sabe.

Se o seu rei é verdadeiramente o ungido do Senhor, e se ele, também arremessa lanças, então há algumas coisas que você precisa saber, e saber com segurança: o seu rei está completamente louco. É um rei segundo a ordem do rei Saul.

Davi tinha uma pergunta: que fazer quando alguém arremete uma lança contra nós?
Afinal, todos no mundo sabem como proceder quando alguém atira uma lança contra eles. Ora, a gente agarra a lança e a arremessa de volta!

Davi não arremessava as lanças de Saul de volta contra o rei. Havia algo diferente nele. Só fazia desviar-se. O que pode um homem fazer, quando alguém decide utilizá-lo para seus exercícios de tiro ao alvo?
Que acontecerá se nós não retribuirmos o cumprimento?
Primeiro, temos de fingir que não vemos as lanças. Ainda que elas venham em nossa direção.
Segundo, temos também de aprender a nos esquivar rapidamente.
Por fim, devemos fingir que não aconteceu absolutamente nada. Davi jamais foi atingido. Pouco a pouco, aprendeu um segredo muito bem guardado sobre três coisas que o impediram de ser atingido:

1. Jamais aprenda algo de elegante e fácil arte de arremessar lanças.
2. Fique longe da companhia de quantos atiram lanças.
3. Mantenha a boca fechada.

Deste modo, as lanças jamais o atingirão, ainda que lhe atravessem o coração.

Acho que o homem que tem autoridade sobre mim é um rei Saul. Como posso saber disso?

Bem, na abertura do texto foi comentado rapidamente sobre o rei Saul. Depois foi descrito o perfil do rei Davi. Agora vamos conhecer um pouco o perfil do rei Saul.

Que tipo de homem era Saul?
Quem era esse que se tornou inimigo de Davi? Ungido de Deus. Libertador de Israel. E, contudo, mais lembrado pela sua maldade.

Esqueça as críticas que ouviu e leu acerca de Saul. Esqueça os mordazes comentários a seu respeito. Esqueça a sua reputação. Considere os fatos. Saul foi uma das maiores figuras na história da humanidade. Era um rapaz do campo, típico moço do interior. Alto, de boa aparência e muito benquisto.

Foi batizado no Espírito de Deus.

Procedia também de uma boa família; isto é, sua linhagem contava algumas das mais notáveis figuras da história de toda a humanidade. Abraão, Israel, Moisés foram seus ancestrais.
O leitor lembra-se da história desse homens? Abraão fundara uma nação. Moisés libertara esse mesmo povo da escravidão. Josué introduziu o povo na terra que Deus lhes havia prometido. Os juízes livraram o povo de tudo quanto poderia levá-lo a desintegrar-se e cair no completo caos. Foi então que surgiu Saul.

Saul foi quem pegou esse povo e o consolidou num reino unido. Saul unificou um povo e fundou um reino. Poucos homens já fizeram isso. Ele, do nada, fez surgir um exército. Venceu batalhas pelo poder de Deus. Venceu o inimigo muitas vezes, como poucos jamais fizeram. Lembre-se disso e lembre-se também de que esse homem foi batizado no Espírito. Mais ainda, foi um profeta. O Espírito vinha sobre ele com poder e autoridade. Ele fez coisas e proferiu palavras sem precedentes, e tudo isso pelo poder do Espírito Santo que nele habitava.

Ele foi tudo quanto os homens hoje almejam ser... cheio do poder do Espírito Santo... capaz de realizar o impossível... para Deus. Um líder escolhido por Deus e com o poder de Deus.

Saul recebeu a autoridade que só em Deus tem sua origem. Ele foi ungido de Deus, e Deus o tratou como tal.

Era, porem, também corroído de inveja, capaz de assassinar e estava disposto a viver nas trevas espirituais.

Haverá moral nessas contradições?
Sim, e ela destruirá muitos conceitos que o leitor tenha a cerca de poder, a respeito de grandes homens sob a unção de Deus e acerca do próprio Deus.

Dará Deus poder a homens indignos?
O seu poder?
Mesmo quando não passam, no seu interior, de um amontoado de ossos de cadáveres?
Por que Deus age assim?
A resposta a essa pergunta é ao mesmo tempo simples e chocante. Às vezes, ele concede a vasos indignos quantidade maior de poder de maneira que se torne claramente visível a todos o verdadeiro estado de nudez interior dessas pessoa.

Assim, pense outra vez quando ouvir o mercador de poder. Lembre-se: às vezes Deus concede poder a certos homens por motivos ocultos. Um indivíduo pode viver no mais torpe dos pecados e o seu dom exterior está ainda em perfeita atividade. Uma vez concedidos por Deus, os dons não podem mais ser retirados. Mesmo na presença do pecado. Mais ainda: alguns que vivem exatamente de tal maneira são os ungidos do Senhor... aos olhos do Senhor. Sul foi prova viva desse fato.

Os dons não podem ser revogados. Apavorante, não é?
Se você ainda for jovem e nunca teve a oportunidade de ver coisas desse gênero, fique certo de que, nos próximos quarenta anos, as verá. Homens altamente dotados e muito poderosos... eminentes líderes do Reino de Deus, alguns praticam atos muito feios.

Lembre-se de que alguns dos homens aos quais o verdadeiro poder de Deus foi concedido formaram exércitos, venceram o inimigo, produziram poderosas obras de Deus, pregaram e profetizaram com poder e eloqüência sem igual...

E arremessaram lanças,
E odiaram outros homens,
E atacaram outros homens,
E fizeram planos para matar,
E profetizaram nus,
E até consultaram feiticeiras.

Você ainda não respondeu à minha pergunta. Acho que o homem que tem autoridade sobre mim é um rei Saul. Como ter certeza disso?

Não nos cabe saber. E lembre-se: mesmo como Saul são, com freqüência, os ungidos do Senhor.

Você percebe, sempre haverá quem em toda parte, em todos os tempos e em todos os grupos se levante e diga:

___ Aquele homem ali é da ordem do rei Saul.

Ao passo que outro, com a mesma segurança, se levantará para dizer:

___ Não, ele é o ungido do Senhor, segundo a ordem do rei Davi.

Ninguém pode realmente saber qual dos dois está certo. E, se você estiver à janela, olhando os dois homens discutirem, pode indagar a que ordem eles pertencem, se é que pertencem a alguma.

Lembre-se: o seu líder pode ser um Davi.

___ Impossível!

___ É mesmo?

Muitos de nós conhecem pelo menos dois homens da linhagem de Davi que foram condenados e crucificados pelos homens. Homens que estavam absolutamente certos de que aqueles que estavam crucificando não eram Davis.

E se você não conhece dois casos desses, com certeza sabe de um.

Homens que seguem os da ordem de Saul entre nós crucificam, muitas vezes, os da ordem de Davi.

Quem pode, então, saber quem é um Davi e quem é um Saul?

Deus sabe. Mas Ele não o revela.

Está você certo de que o seu rei é um Saul, e não um Davi, a ponto de pretender tomar o lugar de Deus e declarar guerra a seu Saul? Se for assim, demos então graças a Deus que você não vive nos dias em que o Gólgota estava em uso.

Que pode, então você fazer?
Muito pouco. Talvez nada.

Entretanto, o passar do tempo (e o comportamento do seu líder enquanto o tempo passa) revela muita coisa a respeito dele.

E o passar do tempo e o modo de você reagir diante do seu líder ___ seja ele Davi seja Saul ___ revela muita coisa a seu respeito.


EDWARDS, Gene – Perfil de três reis – Ed Vida 2007



Arquivado em | .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):