| em 10 dezembro 2009

Impaciência como efeito colateral

Internet deixa pessoas mais intolerantes no mundo real, diz estudo


Por Pâmela Oliveira
pamela.oliveira@odianet.com.br


A fila do cinema, a espera pelo prato no restaurante e o atraso de um amigo estão mais difíceis de aturar. Um estudo realizado na Inglaterra mostrou que as facilidades da internet deixaram as pessoas mais impacientes no mundo offline. Mais da metade dos entrevistados admitiu que se irrita com mais facilidade do que no passado, diz a pesquisa, realizada por uma empresa de telefonia móvel.

"A internet facilita muito a vida, mas não podemos nos tornar dependentes. As pessoas se acostumam com a eficiência da internet e querem isso no mundo real. O aumento do estresse e o clima mais quente também contribuem para que a pessoa fique impaciente", explica Fátima Vasconcellos, chefe da psiquiatria da Santa Casa de Misericórdia. A pesquisa diz que, nos restaurantes, os clientes começam a se irritar aos oito minutos e 38 segundos, e a perguntar se os pratos "nunca vão chegar". Para encontrar amigos, a tolerância para atraso é de 10 minutos.


Juventude Ansiosa

Segundo o estudo, os que cresceram na era da internet têm menos paciência para esperar do que os mais velhos. Um terço dos entrevistados com idades entre 18 e 24 anos querem que as páginas da internet carreguem em 10 segundos. Entre aqueles com mais de 65, o índice é de 10%.

Enquanto 64% dos idosos não se importam em esperar mais de um minuto para o carregamento de uma página, 70% dos entrevistados admitem que se irritam quando tem que esperar por mais de um minuto.

HOME



Arquivado em | .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):