| em 18 fevereiro 2010

Ações preventivas para evitar estrias na gravidez

Entre as soluções para evitar marcas na pele estão exercícios físicos moderados e dieta balanceada antes e durante a gestação

Com a chegada da gravidez, as futuras mamães redobram a preocupação com a saúde e a beleza, principalmente com o surgimento da grande vilã: as estrias, que podem afetar até 90% das gestantes.

Para declarar guerra a essas cicatrizes - que aparecem quando a pele sofre um estiramento excessivo, especialmente no abdômen, quadril, coxas e mamas – a principal arma é a prevenção. “A ruptura do tecido é irreversível. O máximo a fazer é prevenir”, esclarece Valéria Petri, dermatologista e professora titular do Departamento de Dermatologia da Unifesp.

Para a dermatologista Denise Steiner, do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia, não se sabe o motivo exato para o aparecimento das estrias, mas há vários fatores que favorecem as cicatrizes.

“A tendência genética, a oscilação de hormônios como o estrógeno tornando a pele mais suscetível, aumento de peso, alimentação, idade, sedentarismo e fatores de atrito podem determinar a estria”, explica a especialista. Dessa forma, se outras mulheres da família apresentam o problema, a chance de ter estrias aumenta.

Logo que souber da gravidez, a gestante deve utilizar cremes específicos diariamente, capazes de agir na derme e prevenir a ruptura das fibras de colágeno. “O uso de creme preventivo deve ser feito de duas a três vezes ao dia, de manhã e à noite”, recomenda Valéria.

É importante ressaltar que os produtos usados pela gestante devem ser indicados especialmente para a gestação com ingredientes que garantam a segurança da mãe e do bebê. “As gestantes não podem, absolutamente, fazer uso de produtos contendo retinóides (tretinoína, ácido retinóico)”, diz a dermatologista.

Além do uso diário do creme preventivo para estrias, a gestante deve se preocupar com o ganho de peso, não engordando muito mais do que os dez quilos normalmente recomendados. O ganho de peso acima desse limite resulta na distensão excessiva da pele, favorecendo as estrias. Exercícios físicos moderados e uma dieta balanceada evita complicações e garante uma gravidez tranquila. “O ganho equilibrado de peso parece ser inversamente proporcional ao aparecimento das estrias”, alerta Denise Steiner.

Dicas para prevenção das estrias na gravidez:

- Banho rápido com água morna e sabonete neutro
- Uso de creme preventivo para estrias pele duas ou três vezes ao dia
- Evitar produtos químicos e perfumes na pele
- Usar roupas leves, confortáveis, de preferência de algodão
- Evitar salto alto
- Descansar
- Alimentar-se de forma equilibrada. Evitar frituras, muito sal, gorduras trans, doces, etc
- Fazer exercícios moderados
- Não engordar muito, além dos dez quilos normalmente recomendados
- Não hidratar os mamilos
- Procurar o médico dermatologista caso haja alterações na pele.

Consulte seu médico antes de escolher um produto contra estrias.

Fonte: Abril.Com.Br



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):