| em 15 fevereiro 2010

Adoçantes Engordam?

Muitas pessoas ficaram frustradas com os comentários realizados sobre uma pesquisa que comprovou que adoçantes engordam. Vamos entender melhor o que foi concluído nesse estudo.

Quando consumimos o adoçante o nosso organismo percebe a entrada do sabor doce na boca. Com isso o organismo entende que irá entrar energia (açúcar) e se prepara para isso. Mas a energia não chega às células. O organismo fica pedindo àquela energia que ele sabe que entrou, pois teve um estímulo na boca. Nesse momento nós sentimos vontade de comer mais massas, pães e doces porque a energia vem desses alimentos.

A pesquisa concluiu que o uso da sacarina sódica (um tipo de adoçante) aumenta o desejo por doces e carboidratos. Esse estudo foi feito só com a sacarina sódica. Mas na minha opinião isso deve acontecer com qualquer substância química que tem esse sabor doce.

Devemos lembrar que toda substância química que consumimos ou inalamos (poluição, perfumes, desodorantes, etc) entram no nosso organismo e para saírem precisam dos antioxidantes que estão nas frutas e vegetais. Como o consumo hoje em dia desses nutrientes são insuficientes, o fígado (órgão que faz limpeza do organismo) não consegue eliminar. Essas substâncias ficam retidas no organismo e estocadas nas nossas células de gordura. Isso leva a uma inflamação onde inchamos. A obesidade é uma doença inflamatória. O consumo excessivo de produtos industrializados, incluindo os adoçantes artificiais colaboram para o nosso corpo não funcionar do jeito que deveria e isso faz com que ocorra o aumento do peso.

Mas em alguns casos o adoçante artificial deve ser consumido. É o caso dos Diabéticos. Não dá para um diabético consumir açúcar. A minha dica é utilizar a sucralose (de preferência) ou o steviosídeo que são naturais e adoçam. Os hipertensos não podem consumir sacarina sódica e ciclamato de sódio, dois adoçantes que contem sal. É importante ficar atento nos rótulos dos adoçantes e evitá-los.

Para quem já está habituado com o uso de adocantes lembrem-se de não abusar na quantidade. No máximo de 3 a 5 gotas por copo ou 1 sache por copo. O mínimo possível durante o dia. Assim evitam o acúmulo desse produto químico no organismo que aí sim irá prejudicar a saúde.

Fonte: ANutricionista.Com - Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470 - Nutricionista em São Paulo - SP



Arquivado em | .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):