| em 27 março 2010

Dietas restritivas podem comprometer a saúde e beleza

Dietas restritivas não suprem as necessidades de vitaminas e minerais do organismo e comprometem a saúde e a beleza

Unhas quebradiças, queda de cabelo, mau humor e insônia são alguns dos indícios de que tem nutriente faltando no organismo. A dieta deficiente em alguma vitamina pode prejudicar também a disposição física e mental. Não só para a beleza, mas os nutrientes são importantes também para manter o pique do dia-a-dia.

Este cenário pode ser o resultado de uma dieta sem uma orientação correta e, mais importante, que não forneça ao corpo o necessário para sua manutenção. De nada adianta excesso de exercícios ou ingestão baixa de caloria para ficar bonita. O segredo é alimentação balanceada e, se necessário, a ingestão de polivitamínicos e poliminerais que contenham os micronutrientes necessários para estar sempre saudável e bonita.

Quando se fala em emagrecimento, não existe uma fórmula mágica que sirva para todos. Há muitos fatores que devem ser levados em conta quando se formula uma dieta: metabolismo, genética, hábitos alimentares e nível de condicionamento físico.

A dieta mais comumente indicada pelos nutricionistas, para quem procura perder peso de forma rápida, é a de 1200 calorias. “Esta dieta funciona bem para mulheres que estão sem fazer atividade física, ou que possuem metabolismo mais lento”, comenta Michelle de Simone, nutricionista da Equilibrium Consultoria em Nutrição. Porém, trata-se de um tipo de dieta muito restritiva em calorias, e que dificilmente supre todas as necessidades de vitaminas e minerais - principalmente quando seguidas por longo período. Dificilmente todos os nutrientes conseguem estar presentes no cardápio de 1200 calorias, o que pode comprometer a saúde.

Bonita por dentro e por fora - O que acontece no organismo é que quando o corpo não tem quantidade consumida ou armazenada suficiente de vitaminas, minerais e mesmo de calorias, as atividades vitais são priorizadas. E assim, a beleza e a disposição acabam prejudicadas. Por isso é aconselhável o acompanhamento de um suplemento com uma composição equilibrada de diferentes vitaminas e minerais para garantir este consumo. “Ao contrário do que se pensa, os polivitamínicos não engordam, não têm calorias e não abrem o apetite, sendo uma ótima forma de ficar bela e saudável”, reforça a nutricionista.

A combinação das vitaminas A, C e E é ótima para manter a pele rejuvenescida. Para quem também quer ter cabelos e unhas saudáveis, é bom ingerir vitamina B5. Por isso, é tão importante seguir uma dieta rica em legumes, verduras, frutas, carne magra, ovos, leite e derivados e cereais integrais. E, quando necessário, suplementar-se, uma vez que nem sempre a alimentação do dia-a-dia contém todas as vitaminas e minerais em doses certas para quem quer estar sempre bem.

“Uma alimentação balanceada e saudável é fundamental para manter a saúde e reduzir o risco de diversas doenças. Daí a importância de consumir mais alimentos ricos em vitaminas e minerais. Se isso não é possível, por conta da correria do dia-a-dia, a suplementação pode ser recomendada”, avalia Cláudio Santos, diretor médico da Wyeth Consumer Healthcare, fabricante do polivitamínico e polimineral Centrum.

Fonte: sentirbem.uol.com.br



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):