| em 15 abril 2010

Casal unido, filho feliz

Fazemos de nossos filhos o centro do universo. Mas colocar o seu relacionamento em primeiro lugar faz bem pro casal e pra criança

Nunca vou me esquecer do dia em que liguei pra minha mãe pra contar dos planos que tinha para o final de semana com meu filho, Aidan, de 5 anos. Ela ouviu em silêncio tudo o que faríamos juntos e disse: "Estou aqui pensando o que será que seu pobre marido vai fazer enquanto vocês estiverem se divertindo". Fiquei irritada por ela ter questionado meus planos. A dinâmica familiar não é mais como antigamente, em que a criançada brincava na rua enquanto os pais tinham tempo livre pra se curtir, passear, sair de casa... Mas parei pra pensar e não consegui lembrar qual tinha sido a última vez em que eu e Dan, meu "pobre" marido, saímos sozinhos num final de semana. Nós dois sempre pensamos que, quanto mais a gente se dedicasse ao nosso filho - e exclusivamente a ele ?, mais ele teria uma vida feliz e divertida. Mas acho que minha mãe é que estava certa.

"Tornar seu filho o centro de sua vida pode parecer o melhor a se fazer enquanto pais, mas, a longo prazo, isso prejudica a família como um todo", diz David Code, autor de Raise Happy Kids, Put Your Marriage First ("Crie um filho feliz, mas coloque seu casamento em primeiro lugar"). E faz sentido: quando você coloca seu casamento de escanteio, o filho sente que há uma lacuna entre o pai e a mãe. "Filhos de pais cuja relação não é tão próxima estão mais propensos a ter problemas de comportamento e na escola do que aqueles criados por um casal feliz", diz Philip Cowan, professor da Universidade da Califórnia. Pense em seu relacionamento como uma forma de envolver seu filho numa "atmosfera de amor", essencial para a criança. E se você e seu companheiro há tempos não fazem um programinha a dois, a hora é agora. Aqui vão algumas dicas:

Atenção pro marido

Não importa quão maravilhoso seu casamento foi antes da chegada dos filhos, você simplesmente não pode ligar o piloto automático agora. "Criança dá tanto trabalho que acabamos deixando o relacionamento conjugal pra depois", explica Linda Waite, socióloga da Universidade de Chicago. No entanto, dedique tempo e energia para o seu casamento. Assim, ele terá estrutura para passar pelos momentos difíceis que a vida traz ? e vocês dois sairão ilesos.

Menos atenção pro filho

Você quer que seu filho cresça se sentindo amado, ok, mas não precisa interromper uma conversa com seu companheiro toda hora que ele quiser que você o veja dando uma cambalhota. Pelo contrário: quando você pede à criança que espere um pouquinho, ela aprende a ter paciência.

Um tempo a dois

Seu filho pode fazer o maior escândalo quando vê os pais saindo de casa, mas é crucial que o casal tenha um "momento adulto", só deles. Tente achar uma babá que mãe, pai e criança gostem e convide um amiguinho de seu filho pra dormir neste dia em casa, por exemplo. Assim, todo mundo fica mais tranquilo.

Saia da rotina

Ter um dia a dia regrado pode ser bom para a criança, mas pode levar um casamento à ruína. É importante que o casal encontre novas maneiras de manter o relacionamento sempre novo. Matricular-se numa aula de dança de salão, participar de um grupo de corrida... Veja qual é o interesse em comum dos dois e faça coisas diferentes. Já!

por Holy Robinson, da Parents

Fonte: Pais e Filhos



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):