| em 30 abril 2010

Mulher - Esteja sempre pronta para ele

Lembre -se que a prioridade é você

Muitas mulheres, após o casamento, se dedicam tanto à limpeza e à arrumação da casa, que acabam esquecendo de cuidar de si própria. Esposas precisam entender que a prioridade são elas, depois a casa. É claro que não há marido que goste de chegar em casa e ver tudo de perna para o ar, mas pior do que isso é encontrar uma esposa descabelada, com cheiro de cebola e uma camisa de malha masculina. É como jogar um balde de água gelada nas emoções dele, e destruir qualquer possibilidade de um clima romântico.

O livro de Gênesis 12:11 relata Abrão elogiando a grande beleza de Sara. Quando Abrão estava prestes a entrar no Egito, disse a Sara, sua mulher: "Ora, bem sei que és mulher formosa à vista."

Jesus deixou um alerta que se encaixa perfeitamente para essa situação: . . . porque os filhos do mundo são mais hábeis na sua própria geração do que os filhos da luz. (Lucas 16:8)

É certo que exceções existem em qualquer situação, mas não é muito comum encontrar mulheres no mundo secular se vestindo com desleixo, ou com os cabelos mal arrumados, sem batom ou de unhas mal feitas e sujas. A mulher de Deus precisa filtrar aquilo que é bom para a sua vida. Reter o que vai lhe trazer benefício e destruir tudo aquilo que pode comprometer a sua comunhão com Deus.

Existem mulheres que acham que para serem mais espirituais precisam ser bastante "simples", ou quase apagadas. Mulheres casadas que querem ser espirituais de verdade prestem atenção o que diz a PALAVRA DE DEUS: "Também a mulher, tanto a viúva como a virgem, cuida das coisas do Senhor, para ser santa, assim no corpo como no espírito; a que se casou, porém, se preocupa com as coisas do mundo, de como agradar ao marido. (1 Coríntios 7:34).

É dessa maneira que a casada vai santificar o seu marido. Aí há um mistério revelado dentro da Palavra, que muitas mulheres ignoram. A casada que não tem como prioridade o marido, está desobedecendo ao Senhor.

Para entender melhor a questão da vaidade, no Velho Testamento esta palavra aparece 62 vezes, porém, essa vaidade é a mesma que fez Lúcifer, cair. A vaidade de tentar roubar a Glória de Deus, de inflar o próprio ego. Nada tem a ver com o se cuidar, com o zelo pela aparência. Uma mulher que se cuida é sabia, porque seu esposo sempre terá orgulho de estar ao seu lado em qualquer lugar. -

O homem é atraído pelo que vê, isso é fato. No Velho Testamento o termo "formosa à vista" é encontrado seis vezes. (Gn 12:11, Gn 24:16, Gn 26:7, Dt 21:11, II Sm 11:2, II Sm 14:27). As mulheres, porém, são atraídas pela sensação de segurança.

A vaidade só se torna um pecado quando se procura a beleza como um troféu. "Não confie na vaidade, enganando-se a si mesmo; pois a vaidade será a sua recompensa." (Jo 15:31).

Há diferença em se arrumar com elegância, usando roupas bonitas, bem combinadas, colocando-se formosa para seu namorado, noivo ou marido. Não há nada de errado nisso. Ser formosa à vista não significa ser vulgar. Isso nada tem a ver com a vulgaridade de mostrar o corpo.

Na dúvida, executivas e aeromoças são ótimos pontos de referências. Se engana a mulher que pensa que para se vestir bem precisa gastar rios de dinheiro. Hoje é possível se vestir muito bem e barato. Muitas revistas de moda dão dicas incríveis de combinação para todos os ambientes.

O que a Bíblia observa como doutrina é que: Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher, porque qualquer que faz isto é abominação ao Senhor teu Deus. (Dt 22:5) Por essa razão, quanto mais feminina, mais "formosa à vista" você será.

Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos. (Pv 14:1). Isso se refere a todas as áreas do casamento

por Nilbe Shlishia

Fonte: Agência Unipress Internacional



Arquivado em | .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):