| em 03 abril 2010

Os jovens estão mais egoístas?


Estereótipo negativo sobre egoísmo das novas gerações não tem bases científicas, sugerem pesquisadores.

A juventude atual é, na maioria das vezes, menos egoísta e antissocial do que diversas pesquisas até hoje mostraram, diz um estudo conjunto bastante polêmico feito por Brent Donnellan, da Universidade Estadual de Michigan, EUA, e Kali Trzesniewski, da Universidade de Toronto, no Canadá, e publicado no periódico Perspectives on Psychological Science.

Os pesquisadores analisaram dados colhidos em uma população de aproximadamente 500 mil estudantes e feito durante três décadas. O resultado mostrou que, ao contrário de estudos anteriores, as gerações não ficam mais egoístas a cada ano, mas muito mais felizes e satisfeitas com as possibilidades que o presente oferece, o que se reflete em níveis bastante altos de autoestima. E isso sim poderia vir a ser confundido com egoísmo.

"De uma forma geral, não há muitas alterações no sentimento de egoísmo, mesmo se compararmos os adolescentes atuais aos da década de 70, por exemplo", diz Donnellan. De acordo com os pesquisadores, suas conclusões deixaram a maioria das pessoas um pouco surpresas, pois o senso geral enxerga um egoísmo crescente nessa população. Os resultados da pesquisa são bastante impactantes, já que foram acompanhados de um número considerável de indivíduos entrevistados e cobriram diversas gerações.

Outros dados revelados pela pesquisa também sugerem que o cinismo é algo valorizado pelas gerações atuais, ao contrário de atitudes ligadas, de alguma maneira, à intuição. Essa população também tem menos sentimentos negativos sobre problemas sociais e uma grande expectativa sobre uma vida acadêmica mais longa.

"O que pode acontecer é que toda geração enxerga a anterior como pior, mais preguiçosa ou mais autocentrada, por exemplo. Isso pode perpetuar estereótipos. E ao que parece os estereótipos estão se sobressaindo à realidade que vemos agora de forma científica", sugere Donnellan.

Fonte: O Que Eu Tenho / com informações da Michigan State University



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):