| em 07 maio 2010

Alimentos que rejuvenescem

Os 15 alimentos que deve ingerir para controlar o relógio biológico


O segredo da longevidade, afinal, é simples. A alimentação! A juventude esconde-se nos antioxidantes que neutralizam os radicais livres e reparam os danos nas células e tecidos.

O ideal é combiná-los, uma vez que desempenham um papel protector e fortalecem o sistema imunitário.

« A base da alimentação saudável é a variedade. Quanto mais a diversificarmos mais garantias temos que recebemos todos os nutrientes», afirma Ana Maria Oliveira, nutricionista que, a pedido da saber viver, seleccionou 15 alimentos ricos em antioxidantes:


Cenoura

Contém carotenóides (caroteno e betacaronteno). A actividade antioxidante dos carotenóides é a razão do efeito anticancerígeno e imunitário. Uma vez ingerido, o organismo transforma o betacaroteno em vitamina A. «São substâncias hidrossolúveis, por isso a cenoura é mais eficaz consumida crua», alerta a nutricionista.


Brócolos

Contêm betacaroteno, vitamina C e vitamina A. O betacaroteno melhora a visão nocturna, aumenta a imunidade, dá elasticidade à pele, aumenta o brilho dos cabelos e fortalece as unhas.

« Os brócolos, com propriedades anticancerígenas, têm ainda a particularidade de aumentar a vitamina A no organismo, que beneficia a pele», explica a nutricionista.


Salmão

Contém ácido docosahexanóico (ómega 3). Os ácidos gordos reduzem o risco de doenças cardiovasculares e mantêm a pele e o cabelo saudáveis.

« Deve ser ingerido uma a duas vezes por semana por causa dos ómega 3, muito importantes para a função antioxidante e também para a função cerebral, ajudando a memória» afirma a nutricionista, referindo que este pode ser consumido «cozido, grelhado, assado ou estufado, tudo menos frito».


Leguminosas

Contêm isoflavonas. É uma substância importante para as mulheres, principalmente na altura da menopausa porque tem um papel semelhante ao dos estrogénios.

« De entre as leguminosas podemos destacar as lentilhas, o grão-de-bico, o feijão encarnado, as favas e as ervilhas», exemplifica Ana Maria Oliveira. As sopas são uma boa forma de consumir este alimento.


Frutos com polpa colorida

Contêm fitoesteróis. Frutos como a framboesa, a manga, o alperce, a papaia, os morangos ou as cerejas são ricos em fitoesteróis, «uma gordura vegetal que reduz a absorção intestinal de colesterol e a sua formação, contribuindo para a diminuição do risco de doenças cardiovasculares», refere Ana Maria Oliveira.


Tomate

Contém vitamina C, ferro e licopeno (carotenóide que lhe confere a cor avermelhada). O licopeno tem propriedades anticancerígenas, neutraliza os radicais livres e contribui assim para atrasar o aparecimento de rugas. «As vitaminas presentes no tomate ajudam a aumentar a imunidade do organismo e o ferro combate a fadiga», afirma a nutricionista.


Agrião

Contém iodo, vitamina B6 e vitamina C. Ajuda à regeneração das células da pele e mantém o fígado saudável e, para além disso, «tem muita água e é particularmente hipocalórico», aponta Ana Maria Oliveira. Tem ainda a vantagem de ajudar a digerir gorduras.


Alho

Contém alicina (composto de enxofre que se liberta quando este é esmagado). A alicina incentiva a eliminação do colesterol, melhora a circulação sanguínea, desintoxica o fígado e actua como anti-inflamatório, «efeitos que são mais evidentes quando é consumido cru», afirma a especialista. O enxofre ajuda a manter a juventude da pele, cabelo e unhas. Além disso, o alho previne o aumento de peso.


Arroz Integral

Contém fibra, hidratos de carbono, vitamina E e magnésio. É rico em nutrientes que ajudam a prevenir o aparecimento de doenças cardiovasculares e a diminuir o nível de colesterol. A elevada quantidade de fibra favorece a digestão e «ajuda a dar uma sensação de saciedade», revela a nutricionista.


Alface

Contém vitamina A e C, cálcio, fósforo e ferro. A vitamina A preserva a saúde da pele e das mucosas e a vitamina C «ajuda a evitar infecções», defende Ana Maria Oliveira. O cálcio e o fósforo participam na formação dos ossos e dentes e o ferro na formação do sangue.


Leite

Contém cálcio e vitamina B12. «É uma óptima fonte de cálcio e vitamina B12», garante a nutricionista. O primeiro fortalece os ossos e previne a osteoporose, a segunda combate a fadiga e os problemas de memória ao mesmo tempo que beneficia os olhos e a pele.


Banana

Contém potássio, vitamina B6 e magnésio. Tem alguns dos nutrientes que mais favorecem as mulheres, como a vitamina B6 para aquelas que tomam a pílula. Mantém as funções muscular e nervosa saudáveis e controla a tensão arterial.


Abacate

Contém ómega 3, vitamina B6 e luteína. Mantém a pele macia e elástica e o cabelo brilhante. Os ácidos ómega 3 ajudam a atrasar o aparecimento das rugas e melhoram as capacidades do cérebro. A luteína é um antioxidante que protege de problemas oculares e cardiovasculares.


Salsa

Contém magnésio, potássio e vitamina A. O potássio que ajuda a baixar a tensão arterial e estimula os rins «Este elemento é destruído na cozedura, por isso, a salsa deve ser consumida crua» alerta Ana Maria Oliveira.

« O reforço na ingestão de magnésio parece ser importante no apaziguamento dos sintomas na síndrome
pré-menstrual», acrescenta ainda. A vitamina A beneficia os olhos e a pele.


Kiwi

Contém vitamina C. É o fruto que possui mais vitamina C, o que o torna uma opção excelente para reforçar a imunidade e manter a juventude da pele. «Os fumadores têm um défice de vitamina C e devem ingerir mais kiwi. Além disso, consumido em jejum é um bom estimulante do trânsito intestinal», diz a especialista.

Texto: Raquel Amaral com Ana Maria Oliveira (nutricionista)

Fonte: mulher.sapo.pt/



Arquivado em | .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):