| em 26 maio 2010

A Importância do exame Pré-nupcial

Exames previnem e diagnosticam problemas futuros para o casal

Uma tradição abandonada pode fazer toda a diferença no futuro dos casais. Em meio aos preparativos, a saúde não pode ficar em segundo plano. Com uma vida em comum, o casal dividirá a vida sexual e talvez planeje filhos no futuro, por isso, os exames Pré-nupciais são um grande aliado na hora do sim.

Estes exames visam detectar doenças desconhecidas por seu portador e até mesmo prevenir incompatibilidades genéticas que possam interferir na hora que a mulher decidir engravidar. O ideal é que eles sejam feitos com antecedência. Um ginecologista e um urologista de confiança são os médicos indicados para orientar os testes que devem ser feitos.

A advogada Tânia da Silva Pereira, especializada em Direito Cível e de Família há mais de 35 anos, alerta que “a ignorância de moléstia grave e transmissível por contágio ou herança e que ponha em risco o parceiro pode levar à anulação do casamento de acordo com o Código Civil”. Ela conta que não há qualquer lei que obrigue a fazer testes antes de casar, mas no caso da descoberta posterior de uma doença grave, o casamento pode ser cancelado. “A lei também inclui, entre os fatores passíveis de causar a anulação, a existência de doença mental que torne insuportável a vida do cônjuge”, acrescenta.

Entre os exames recomendados, estão os que diagnosticam Doenças Sexualmente Transmissíveis, Rubéola e Hepatite, mas há também o espermograma, que determina as condições de fertilidade do homem, e de Toxoplasmose, que é transmissível e pode provocar abortos.

“Os exames pré-nupciais não são obrigatórios, mas todo casal deveria fazer”, afirma Hélio Magarinos Filho, diretor do Laboratório Richet e especialista em patologias. Os testes visam diagnosticar doenças tratáveis ou não, para que não interfiram na vida sexual do casal e em futuras gestações, orienta Dr. Hélio.


Relação de Exames Pré-nupciais:

Saúde para Fertilidade

Exames que ajudam a determinar o grau de fertilidade e alterações cromossômicas relevantes.

- Espermograma: Determina as condições de fertilidade do homem e permite o tratamento de infecções assintomáticas que diminuem o número de espermatozóides. Com orientação e tratamento, muitos desses problemas são reversíveis.

- Cariótipo: Exame que avalia a existência ou não de alterações cromossômicas, podendo causar problemas reprodutivos como infertilidade, abortamentos de repetição e prole malformada. Caso se diagnostiquem alterações cromossômicas é possível determinar os riscos específicos.


Saúde para a Gestação

Exames preventivos para a mulher que pretende engravidar.

- Sorologia para rubéola: Determina a imunidade para a rubéola e a necessidade da vacinação, que protegerá o feto. Em caso de vacinação deve-se evitar a gravidez por pelo menos três meses.

- Toxoplasmose: Identifica infecções provocadas pelo protozoário (toxoplasma gondii), permitindo o tratamento para evitar a transmissão vertical, isto é, da gestante para o feto. A transmissão para o feto no primeiro trimestre da gravidez pode provocar óbito fetal, abortamento ou deixar grandes seqüelas.


Saúde para o Casal

Exames que detectam infecções, doenças e anemias, tanto no homem quanto na mulher.

•- VDRL: Detecta a sífilis possibilitando o tratamento.

•- Hemograma completo: Avalia anemias e alterações de glóbulos brancos e plaquetas.

•- Clamídia (chlamydia trachomatis): Identifica a doença sexualmente transmissível e de grande prevalência e que pode provocar infecções oculares, urogenitais, linfogranuloma venéreo e proctites.

•- Sorologia para a hepatite: Detecta a infecção pelos vírus B e C, permitindo encaminhamento a especialista no caso de infecção e indicando vacina do tipo B nos casos de sorologia negativa.

•- HIV: Exame que detecta a infecção pelo vírus HIV, de importância fundamental para o início de um tratamento adequado e aconselhamento para casos de gestação.

•- Parcial de urina: Detecta eventuais infecções assintomáticas e doenças renais.

•- Exame parasitológico de fezes: Permite diagnóstico e tratamento de parasitoses assintomáticas que podem trazer conseqüências indesejáveis no futuro.

Fonte: saude.com.br



Arquivado em | , , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):