| em 12 maio 2010

Os desafios da relação a dois

Cristiane Cardoso fala sobre os problemas mais comuns num relacionamento

Até os casais mais apaixonados têm seus problemas. Algumas atitudes, muitas vezes, acabam trazendo desgaste e prejudicando a relação. Para evitar o fim, conversamos com a autora do livro "Melhor do que Comprar Sapatos", Cristiane Cardoso, que nos apresentou algumas soluções para os problemas mais comuns num relacionamento amoroso.


Quando o ciúme desgasta a relação

O ciúme é um defeito bem comum no ser humano, mas não é por isso que devemos tolerá-lo em nossas vidas, pois é algo negativo e pode, sim, desgastar um relacionamento. Você pode lidar com o sentimento de ciúme através da fé. Toda vez que o pensamento de ciúme vier em sua mente, rejeite-o, ore pelo seu parceiro, para que ele não caia em tentação, e tenha bons olhos. Na teoria, isso é superfácil, mas, na prática, eu sei como pode ser difícil, porém é a única maneira de lidar com ele.


Trabalha demais e falta tempo para dedicar-se ao parceiro(a)

O trabalho é uma necessidade, mas a família também. Se o trabalho está tirando o seu tempo com a família ou o parceiro, você está plantando algo ruim para o futuro desse lar, pois assim como a falta de tempo entra no meio da comunhão do casal, ela também entra como barreira entre os filhos e pais, trazendo a rebeldia para dentro de casa. E outro, se não tem tempo para o parceiro, muito menos tem para Deus! Coloque suas prioridades no lugar: Deus, família, carreira, etc.


Problemas financeiros

Para lidar com problemas financeiros, a pessoa deve, em primeiro lugar, ser fiel nos seus dízimos e ofertas, e em segundo lugar usar de sabedoria, pois Deus abençoa aqueles que são fiéis a Ele. Mas o Senhor não faz o que a pessoa tem que fazer, que é pensar, se organizar, trabalhar, ser fiel em tudo, ter controle, etc. Se você não faz a sua parte, Deus não pode fazer a parte dEle.

Por Tatiana Alves

Fonte: Agência Unipress Internacional



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):