| em 03 junho 2010

Princípios básicos para ter amigos de verdade

PERDÃO

Muitos relacionamentos bons freqüentemente se vêem enfraquecidos por conta de um detalhe, um deslize aqui e ali, real ou imaginário. Há pessoas que, por pouco, se enchem de rancor e até perdem o próprio controle em situações por vezes simples como, por exemplo, um amigo que demora um pouco mais para retornar uma ligação, ou o fato de seu nome não figurar na lista de convidados de uma formatura, festa de aniversário, etc.

Muitos colocam um amigo em um nível tão alto que facilmente se decepcionam nas primeiras dificuldades. Não conseguem relevar pequenas coisas. Até o menor descuido pode se transformar em algo do tipo "traição".

Meu leitor, desenvolva a capacidade de relevar, de perdoar mágoas decorrentes dos relacionamentos com amigos. Quando a gente não perdoa, acumula um punhado de miséria alojado bem no fundo, nas entranhas do coração, aprofundando, para a própria infelicidade, as malditas raízes de amargura.

Nunca se esqueça de uma coisa: perdão é estrada de mão dupla. Quem é perfeito que não comete erros? Então, para que ser tão implacável com um amigo que falhou, intencionalmente ou não? Leia o provérbio chinês: "Não use um machado para tirar a mosca da testa do seu amigo".

Creia em uma coisa: se algum relacionamento tem sobrevivido é porque você tem amigos que sabem perdoar. E os amigos mais antigos, responsáveis pelas amizades mais duradouras, são os que mais nos perdoam.

Qualquer amigo que você tenha, um dia certamente irá decepcioná-lo. Pode ter certeza.

Aprenda a ter amigos de verdade. Faça também a sua parte. Aformoseie seu rosto. Há como perdoar até as chamadas "ofensas grandes"! Quanto mais relevar e esquecer as pequenas!


LEALDADE

Algumas amizades têm a duração de uma vida. Qual é o segredo? A resposta é muito simples: um dos motivos é a lealdade. Essa é daquelas qualidades que mais encabeçam as listas de todas as pesquisas sobre o que as pessoas mais apreciam em seus amigos. Parece tão pouco, mas ser leal é até mais importante do que ser franco. Porque franqueza é dizer o que tem que ser dito. Lealdade é a capacidade de estar junto, haja o que houver, de ser honesto.

Quantas amizades morreram por causa da deslealdade! Lealdade é guardar segredos, nunca passá-los adiante. Trancar a sete chaves as confidências de quem um dia decidiu pensar em voz alta ao nosso lado. Os bons amigos fazem promessas e as mantêm vivas na mente, esforçando-se para cumpri-las. Quantas juras de amos e lealdade entre noivos ao pé do altar são desprezadas tão desleixadamente! Ser leal é assumir o amigo e andar com ele seja por onde for, porque nenhum caminho é longo demais quando um amigo nos acompanha.

Lealdade é não abandonar o amigo quando o relacionamento está passando por uma crise. De um cancioneiro popular: "quando teus olhos se cansarem dos meus, não é preciso haver falsidade". Lealdade é crer que aquele amigo vai sair dos reveses; é encorajá-lo a que realize aquilo de que é capaz.

Lealdade é estender a mão na necessidade, aplaudir nas vitórias, sem inveja, sem tirar vantagem, porque deslealdade dói. Preze seus amigos, dê-lhes o que você quer que eles lhes ofereçam. Se você quer ter amigos, seja amigo. Se quer ser amado, ame. Conserve amizades. Amigo leal em todo o tempo, como diz o provérbio de Salamão e, "quando a angústia lhe bater à porta, você terá um amigo". Faça isso e seus amigos se orgulharão de tê-lo como amigo.

Plante lealdade. Comece hoje, agora, e no dizer de Aristóteles você construirá amigos para sempre "como se houvesse uma alma em dois corpos", porque, como ele ainda escreve: "o amigo leal é um outro eu".


DEDICAÇÃO

Uma das atitudes nobres que nos alimentam um relacionamento de amizade é a dedicação. A vida moderna, sobretudo nas cidades como São Paulo, onde tudo é longe demais, onde o trânsito louco rouba o nosso tempo, estressa qualquer um. Só com determinação é que mantemos aquelas amizades que nos são preciosas.

Quem é que não precisa ouvir, em algum momento da vida, coisas como: "saiba, amigo, que você pode contar comigo para tudo o que precisar".

Dedicação é um dos segredos para a amizade. É separar um tempo para "bons papos", para ouvir e ser ouvido. Como dizia Gustavo Faustino, amigo pessoal — "tempo é opção". Dedicação é cuidado. O contrário disso é negligência, descaso.

Quem não enfrentou dificuldades tamanhas que pareciam sem saída, quando a presença daquele amigo foi tão forte que palavras jamais conseguirão expressar.

Abnegação a um amigo não tem preço. Cancelamos compromissos, reordenamos a agenda, só para poder oferecer o ombro amigo. Isso é dedicação. É comprometimento que exige algum sacrifício.

Você tem amigos? Quantas amizades iam tão bem e você as perdeu porque não houve dedicação a elas. Não digo que você tem de ser amigo de todos os que querem ser seus amigos. Amizade se conquista. Mas há algumas que merecem perdurar por toda a vida. Elas nos dão sentido e motivação.

Dedique-se aos amigos. Trate-os com desvelo. Dê de si mesmo. Haverá de ser maravilhoso para o seu coração saber que você deu o melhor de si, nesta ou naquela situação. O escritor Mathew Slick diz que dar o melhor da gente "vale a noite de sono".

Se você se olhar no espelho e perguntar: que amigo eu tenho sido? Que resposta o espelho lhe daria?

Transcrevo parte de uma carta que achei na internet meaumarci.hpg.ig.com.br/dedicacao.htm, de um jovem a uma grande amiga com câncer:"Sei que algumas coisas recentes andam maltratando essa boa alminha...saiba que você pode contar comigo para o que precisar. É preciso encontrar o atalho pra sair dessa floresta escura...É para isso que servem os amigos e é por isso que eu estou ao seu lado...conte comigo...e nunca se sinta em dívida por causa disso...".

Você não é perfeito. Ninguém é perfeito, mas dá para fazer o que nos vem às mãos, conforme as nossas forças, como dizia o sábio rei Salomão, no Livro de Eclesiastes.

Dedique-se pelo prazer de ser amigo, sem exigir nada em troca, sem cobranças... nem comparações.


SINCERIDADE

Sinceridade é uma coisa que anda em falta entre amigos. Está cada vez mais difícil encontrá-la. Mas ainda existe, o que é bom. Porque não há amizade que perdure num clima de falsidade, enganos. Sinceridade é pré-requisito para um relacionamento duradouro.

Há ocasiões em que é preciso dizer verdades que um amigo precisa ouvir, mas nos calamos, por medo de que sejamos mal interpretados e o relacionamento se quebre. Se resolvemos mesmo deixar pra lá alguma coisa, isso não significa que houve falta, de nossa parte, de sinceridade. Mas se decidimos abrir o coração, que seja com amor e respeito. Tire o respeito e amizade e, como diz Cícero, "você a privará de sua qualidade mais admirável".

Pessoas amigas precisam ser sinceras. Se você se sentir ofendido, não se magoe nem se afaste, mas procure seu amigo. Entre vocês não deve haver problemas pendentes. Na experiência relacional acontece de magoarmos sim, por atos e palavras. São mancadas, devem ser perdoadas, ao invés dos distanciamentos e sumiços inexplicáveis.

Amigo falha e nós também. Para que se exigir somente do outro a sinceridade? É preciso reconhecer também nossos erros e, por mais difícil que seja, temos de aprender a ouvir e "dar o braço a torcer": Desculpe, eu errei, e a amizade, ainda que balance, não cairá, ficará mais firme e mais madura. Se o procedimento não for esse, aí sim, faltamos com a sinceridade e a amizade é rompida.

Como são boas e importantes as verdadeiras e sinceras amizades. Mas, nada de "poder" de um sobre o outro, a não ser respeito para com as diferenças e muita igualdade nos deveres e direitos.

Boas e sinceras amizades são grandes valores da vida.

por Pr Eli Fernandes de Oliveira
Fonte: libernet.org.br/ - Igreja Batista da Liberdade



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):