| em 01 julho 2010

Os benefícios do Côco

A água e o óleo trazem benefícios como hidratação, queima de calorias e prevenção de doenças.

Quando o verão bate na nossa porta, é sempre importante uma boa hidratação. A perda de água e sais minerais no calor é maior e a falta de líquidos pode levar crianças e adultos ao hospital devido à desidratação, causando problemas de saúde e estragando as férias.

Além da água e dos sucos naturais, uma ótima opção para manter o corpo hidratado é a água de coco. Por se tratar de um isotônico natural, ou seja, bebida rica em minerais (como o potássio), a água de coco ajuda o corpo a manter o equilíbrio natural e ainda tem ação diurética.

Suas propriedades no combate à pressão alta, problemas cardíacos, câimbras, fraqueza muscular, dores de cabeça e mal-estar faz com que ela se torne uma bebida ainda mais especial. A água de coco também combate o colesterol e possui apenas 22 calorias por 100 ml.

Além da água, podemos também nos beneficiar do óleo de coco, que é obtido a partir da carne do coco maduro. Ele deve ser utilizado preferencialmente em preparações frias, como saladas, sucos, entre outros, e na finalização de pratos quentes, a fim de preservar sua riqueza de antioxidantes.

O óleo de coco possui ação termogênica, acelerando o metabolismo, gerando calor e queimando calorias, melhora a imunidade, tem ação antioxidante, previne as doenças cardiovasculares e regula a função intestinal.

Ele tem, ainda, baixo potencial alergênico e não possui contraindicações quando consumido na quantidade adequada. O efeito colateral mais comum é a diarréia, se ingerido em excesso.

Aproveite que o coco tem sua safra entre janeiro e julho! Consuma o óleo de coco e não deixe de tomar a água que faz tanto bem à saúde.

Fonte: bemleve.click21.com.br



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):