| em 05 dezembro 2010

Diabetes X Exercícios


Que a dupla alimentação balanceada e exercícios físico faz bem ao corpo e à mente, disso não temos dúvidas. No entanto, quem tem algum problema de saúde deve ter cuidado redobrado antes de começar uma dieta ou colocar o tênis para malhar. No caso de pessoas com diabetes, o ideal é buscar atividades que melhorem o sistema imunológico, mas que não tenham risco de criar machucados, devido ao problema de cicatrização causado pela doença.

O Tai Chi Chuan é uma arte que pode ser aplicada na saúde, como sistema preventivo. É uma atividade física de médio impacto, recomendada, portanto, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A tradicional arte marcial chinesa combina respiração profunda, movimentos suaves e total relaxamento. Um programa de exercícios de Tai Chi Chuan pode ser suficiente para diminuir os índices de açúcar no sangue dos diabéticos.

“A prática do Tai Chi Chuan pode proporcionar um aumento na presença de células e substâncias químicas necessárias para um sistema imunológico saudável”, afirma a Professora Maria Angela Soci, Presidente da Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan e Cultura Oriental (SBTCC).

“O exercício melhora o sistema imunológico ao aumentar o condicionamento físico e produzir uma sensação de bem-estar. A arte melhora as funções cardiovasculares e respiratórias, aumenta a flexibilidade, diminui o estresse, beneficia o sono, proporciona mais energia, ajuda a diminuir as dores pelo corpo e, conseqüentemente, faz as pessoas pensarem menos em comida”, completa Angela.


Benefícios do Tai Chi Chuan

1) Fortalecimento do corpo;
2) Estimulação e favorecimento da circulação das energias;
3) Proporciona consciência corporal e calma mental;
4) É uma das artes terapêuticas mais suaves e fáceis de ser aprendida;
5) Possui poder de rejuvenescimento físico e mental;
6) Abaixa a pressão sangüínea;
7) Estimula a circulação;
8) Mobiliza o sistema imunológico;
9) Melhora a saúde cardiovascular;
10) Alivia os estados depressivos;
11) Gera paz interior e
12) Promove a flexibilidade.


Por Isabelle Lindote
redacao@bemleve.com.br

Fonte:
Bem Leve



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):