| em 22 fevereiro 2011

Viaje pelo corpo dele


Quer sair da rotina? Então aposte no mapa das zonas erógenas do seu parceiro para exercitar o poder do toque e levá-lo ao ápice do prazer


O órgão sexual é a parte mais sensível à resposta na cama. Mas o que muita mulher não sabe é que aprendendo a cariciar o corpo do parceiro, ele poderá curtir as preliminares tanto quanto você. Por isso, está mais do que na hora de sair da rotina e fazer um tour pelo corpo dele. Orelhas, mamilos, coxas. Acredite! Eles se excitam com toques em regiões que jamais poderíamos imaginar. Para lhe dar uma “mãozinha” nesta hora, o sexólogo Celso Marzano elaborou estratégias e jogos sedutores para mapear todos esses “pontos Gs” do seu parceiro e fazê-lo delirar nesse delicioso universo do prazer!


Zonas erógenas masculinas

Não são apenas bumbuns e mamilos os responsáveis pela resposta sexual dos homens entre quatro paredes. “Existem as zonas erógenas primárias: órgão sexual, mamas ou mamilos e as nádegas. Mas também há zonas de prazer secundárias, que teoricamente têm um potencial sensorial erótico um pouco menor que varia de pessoa para pessoa”, explica Marzano. Segundo ele, a pele é a maior zona erógena secundária do corpo. Além dela, podemos abusar de carícias no rosto, pescoço, nuca e todas áreas próximas da cabeça. “Essas regiões contam com muitas terminações nervosas que favorecem a sensibilidade”, avisa o especialista.


Atiçando os sentidos

Outros verdadeiros aliados da sexualidade são os órgãos dos sentidos: boca, nariz, orelha e mãos, as últimas responsáveis pelo principal sentido humano: o tato. Use e abuse deles para alcançar o prazer, dando a ele uma noite de amor inesquecível.


JOGOS DA AFINIDADE

Se entre você e o parceiro existe uma intimidade mais profunda, principalmente para os que são casados há mais tempo, já é quase a quilometragem toda rodada nesta viagem. “As sensações nas regiões secundárias variam de acordo com o vínculo sentimental, com a intimidade do casal e com o estado de humor de cada um”, acrescenta o sexólogo. Ou seja, quem se gosta de verdade poderá ter e dar ainda mais prazer com carinhos dos pés à cabeça. Para os casais que têm afinidade, mas não têm intimidade suficiente para explorar os toques de prazer, o sexólogo Celso Marzano criou dois jogos incríveis. Confira!

Brincando com a luz

- Dê uma lanterna ao parceiro e diminua as luzes do ambiente.

- Com o objeto em mãos, ele terá de iluminar as partes do corpo em que deseja receber carinhos.

- Você poderá tocar, beijar e acariciar as partes que ele lhe mostrar da maneira que desejar. Use a criatividade!

- Peça para lhe dizer como gosta de receber as carícias. Por exemplo: com mais ou menos intensidade e por aí vai...

- Depois, troque de lugar e “roube” a lanterna para indicar onde quer ser tocada e fazer com que ele também conheça melhor o seu corpo.

Mapas do tesouro

- Faça um desenho do contorno de um corpo masculino pensando nele e do feminino pensando em você.

- Sente de frente para o seu amado e toque o corpo dele onde desejar.

- Peça para que preste atenção no que está sentindo, enquanto você observa as reações dele a cada carícia sua.

- Ele deve marcar cruzes no papel de acordo com o que sente em cada parte do corpo. Três cruzes se a reação for excitante; duas, se for erótica; e uma se for apenas um carinho gostoso.

- Após 15 minutos de descobertas, inverta a situação e deixe que o seu parceiro a toque, seguindo sempre as mesmas dicas. Agora é a sua vez de marcar as cruzes no seu desenho.

- Vocês devem repetir a brincadeira um de costas para o outro.

- Pronto, agora você tem o mapa do prazer dele e ele tem o seu. Usem e abusem desses guias na hora H!


Regras dos jogos

Os dois jogos ajudam o casal a se conhecerem melhor e se beneficiar com a relação sexual. Porém, há duas regras básicas: antes de jogar, toque seu próprio corpo. É preciso se conhecer para saber como direcionar os carinhos do parceiro. ”Além disso, não pode ter a mão boba. O jogo é para descobrir outras áreas de prazer. Então, nada de tocar o órgão sexual do parceiro”, salienta Marzano. Experimente e boa sorte!


Por Fernanda Mendonça – fernandamendonca@escala.com.br

Fonte: Revista 7dias com você



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):