| em 30 março 2011

Chocolate: alimento bom para o corpo e a alma


Na medida certa, doce faz bem ao coração e impede o surgimento de radicais livres, além de dar sensação de prazer


Rei absoluto da Páscoa, o chocolate traz mais benefícios que riscos à saúde. O sabor, as propriedades nutritivas e a sensação de prazer trazida pelo doce ajudam a explicar sua fama – apesar de alguns mitos, como a associação com a acne e a celulite, ainda existirem. Mas especialistas alertam que, como qualquer outro alimento, deve ser consumido com moderação.

Segundo o nutrólogo Ênio Cardillo Vieira, membro da Academia Mineira de Medicina, o chocolate tem propriedades nutritivas, faz bem ao coração e impede o surgimento de radicais livres. “Promove a saúde”, explica.

A psiquiatra Gilda Pauliello afirma que o alimento estimula a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Também melhora o humor e alivia a tensão.

Gilda afirma que a compulsão pelo chocolate é mais psicológica do que física. “Durante a tensão pré-menstrual (TPM), as mulheres ficam mais ansiosas e resistem menos às compulsões. Então se rendem mais ao doce”, diz.

Dentre todas as variedades do produto, especialistas sugerem o consumo do chocolate amargo, rico em cobre e teobromina – substância responsável por afastar doenças cardiovasculares. Esse tipo também apresenta maior percentual de antioxidantes.

A versão ao leite é rica em vitamina B, proteínas e cálcio. Já o chocolate branco não contêm massa de cacau e é a variedade mais rica em gordura e açúcar.

O estoquista Anderson Gonçalves, 19 anos, se considera um “chocólatra”. “Como todos os dias. Fico mais tranquilo e o chocolate adoça meu dia”, brinca Anderson, que toma cuidado para não exagerar no consumo. Já a administradora Alcione Rezende, 33 anos, lança mão do doce durante a TPM. “Me traz uma sensação de alívio e prazer”, afirma. “Até meu namorado já sabe e sempre me oferece uma barra”.
Apesar dos benefícios, a professora do Departamento de Ginecologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Márcia Mendonça alerta que não há evidências científicas de que o chocolate minimize, sozinho, os efeitos da TPM.

“Tudo o que causa bem-estar, como o chocolate, é bem-vindo. Mas a mulher deve fazer atividades físicas e manter uma dieta rica em vitaminas e fibras”, diz a médica, lembrando que o produto é altamente calórico e leva, na composição, açúcar e gordura saturada.

Nutricionistas têm opinião unânime quanto às propriedades nutritivas do chocolate. Mas alertam que o consumo sem limites aumenta o risco de doenças cardiovasculares e de outros males provocados pela obesidade. A quantidade ideal para ingestão indicada pelo nutrólogo Ênio Cardillo Vieira é de 50 gramas por dia.


O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CHOCOLATE

Mentiras

- Causa acne, cleulite, enxqueca e cáries
- É responsável por hiperatividade em crianças
- Provoca dependência
- É afrodisísiaco
- Faz mal às grávidas

Verdades

- É energético
- Dá sensação de prazer
- Supre carência emocional
- Engorda, mesmo na forma diet se engerido em excesso
- É mais consumido por mulheres que por homens
- Faz bem à saúde
- Alivia a TPM


Veja Também:
Os benefícios do chocolate amargo
Tratamentos estéticos com chocolate
Chocolate quente - Ervas, especiarias e licores incrementam a bebida


Fonte: Hoje em Dia



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):