| em 15 abril 2011

Vegetarianos: como ter músculos de forma saudável


O Bodybuilding nataural é um esporte em que seus praticantes atingem um nível de tonificação muscular de forma saudável, sem o uso de hormônios, esteróides, ou qualquer outro composto químico que pode ser prejudicial à saúde. Dessa forma, os músculos crescem de forma natural, de acordo com ritmo físico de cada um.

Segundo o treinador Marcelo Cervantes, todo praticante de musculação ou Bodybuilding precisa sempre consultar um profissional da área esportiva, que será capaz de montar um treinamento personalizado para a idade, estrutura e condições físicas da pessoa.

"É muito mais seguro o aluno passar por uma avaliação física e, somente após, montar um plano de treinamento que possa atingir os objetivos da pessoa", indica Cervantes. Mas o treinador dá algumas dicas que podem servir para qualquer pessoa:

- Nenhuma sessão de treinamento deve ser mais longa do que 60 minutos. Após esse período, os níveis de hormônio nos músculos começam a diminuir;

- O descanso entre as séries deve ser entre 60 e 90 segundos, no máximo;

- Uma série de levantamento de peso deve ter entre 6 e 15 repetições, o que faz com que aumente os níveis de hormônio de crescimento e de circulação sanguínea.

Como nas coisas materiais do nosso dia-a-dia, para se ter movimento e crescimento, nossos músculos precisam de um combustível que fará com que eles aumentem. Em média, os Bodybuilders necessitam de 500 a 1000 calorias a mais do que uma pessoa não praticante do esporte -- alguns ingerem muito mais do que isso.

Entretanto, Cervantes explica que caloria não é tudo. "Os praticantes do Bodybuilding precisam de carboidratos complexos e eliminar aqueles que só ajudam a aumentar os níveis de açúcar no organismo". Comer muito carboidrato simples que se transformará em açúcar só o ajudará a ter mais gordura, ao invés de músculos.

Grandes quantidades de proteína são elementos-chave no Bodybuilding natural. "O motivo é que a proteína ajuda a desenvolver os músculos", completa Cervantes.

O treinador recomenda que o praticante de musculação ingira entre 1 a 2 gramas de proteína por quilo da pessoa. Veja abaixo a tabela nutricional de 1 xícara das maiores fontes de proteína vegetal:


FEIJÕES

Água >> 66
Caloarias >> 225
Proteína(g) >> 15
Gordura(g) >> 1
Colesterol(mg) >> 0
Carboidrato(g) >> 41
Cálcio(mg) >> 47
Fósforo(mg) >> 239
Ferro(mg) >> 2,9
Potássio(mg) >> 608
Sódio(mg) >> 1


LENTILHAS

Água >> 72
Caloarias >> 215
Proteína(g) >> 16
Gordura(g) >> 1
Colesterol(mg) >> 0
Carboidrato(g) >> 38
Cálcio(mg) >> 50
Fósforo(mg) >> 238
Ferro(mg) >> 4,2
Potássio(mg) >> 498
Sódio(mg) >> 26

SOJA

Água >> 71
Caloarias >> 235
Proteína(g) >> 20
Gordura(g) >> 10
Colesterol(mg) >> 0
Carboidrato(g) >> 19
Cálcio(mg) >> 131
Fósforo(mg) >> 322
Ferro(mg) >> 4,9
Potássio(mg) >> 972
Sódio(mg) >> 4

AMENDOIM

Água >> 2
Caloarias >> 840
Proteína(g) >> 39
Gordura(g) >> 71
Colesterol(mg) >> 0
Carboidrato(g) >> 27
Cálcio(mg) >> 125
Fósforo(mg) >> 734
Ferro(mg) >> 2,8
Potássio(mg) >> 1.019
Sódio(mg) >> 626

E em terceiro, mas não menos importante, o descanso é fundamental no ganho de massa muscular. A razão, explica Cervantes, é que as fibras musculares necessitam de um descanso para que possam se desenvolver.



Fonte: Vida Vegetariana



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):