| em 16 junho 2011

Saiba como se deliciar com os pratos juninos de forma mais light


Conheça as propriedades dos alimentos típicos das festas juninas e saiba que é possível manter a forma


Junho é época de festejar e de aproveitar os pratos típicos espalhados pelas festas juninas em quermesses e igrejas de todo o país. Delícias como canjica, bolo de aipim e fubá, quentão e pamonha não podem faltar.

Se você evita tais alimentos com medo de engordar, saiba que eles fazem muito bem para a saúde. A nutróloga Luciana Carneiro, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), afirma que as receitas contém diversos nutrientes essenciais para mantermos uma dieta balanceada.

Sabe aquela mesa de café da manhã nas novelas de época? Dão água na boca e você pode comer sem culpa, "mas sem exageros", alerta Luciana. Ela explica que alguns alimentos foram incorporados nas festas e não são bons, como o salsichão, ou mesmo doces tradicionais, como o pé-de-moleque, composto basicamente de açúcar. "Esses alimentos não têm valor nutricional nenhum. O ideal é você escolher alimentos como a canjica, o caldo verde, o milho, que são ótimos", recomenda.

Também é possível se deliciar com os pratos juninos de forma mais light. Luciana dá algumas dicas, como substituir alguns ingredientes, como por exemplo, o leite integral pelo desnatado na canjica; retirar o bacon do caldo verde; ou mesmo acrescentar outros de maior valor nutritivo, como por exemplo, pé de moleque com adição de aveia.

Para ajudar você a escolher seu cardápio durante esta época do ano, anote a lista preparada por Luciana, com os valores nutricionais - e calóricos - de cada prato!


Pé de moleque

O amendoim é rico em proteínas e gorduras. Encontra-se, também o sódio, um dos principais fatores da regulação hídrica do organismo. É, ainda, fonte de outros minerais como o cálcio e ferro. No entanto, a forma como o pé de moleque é preparado, com açúcar e muitas vezes torrado faz com que a cada 100g (1/2 copo americano) sejam encontradas 595 kcal.


Bolo de fubá

A farinha de milho é um dos alimentos mais nutritivos que existem, contendo quase todos os aminoácidos conhecidos. É um carboidrato rico em fósforo e potássio. Cada 100g de farinha de milho tem 351kcal. O valor nutricional por fatia de 55g de bolo de fubá é de 95 calorias;


Maça do amor

A maçã é rica em fibras e antioxidantes e tem 80 kcal, no entanto, a do amor, tem 450kcal vindas daquela cobertura saborosa que é o açúcar.


Angu à baiana

É uma mistura de carboidrato com proteína da carne. O alimento apesar de ser de qualidade, é bastante calórico. Cada 100g tem 1700 kcal. É composto por 35g de proteína, 82g de lipídios, 210 g de carboidratos e 45 g de fibras.


Milho

É rico em fibras, vitaminas A e B, além de ajudar no funcionamento do intestino. Cada espiga tem em média 85kcal.


Salsichão

Tem muito sódio e uma proteína de baixo valor biológico, isto é, não possui todos os aminoácidos essenciais.

Pinhão cozido: Contém vitamina A, B e C. Cada 100g correspondem a 571kcal.


Canjica

É rica em vitamina A, cálcio, fósforo, sódio e potássio. A cada 100g de canjica tem 105kcal.


Paçoca

É uma mistura de amendoim, açúcar e farinha de mandioca. Uma unidade de paçoca tem 150 kcal. Se pensar em repetir, dê preferência à maçã do amor que tem fibras e antioxidantes.


Bolo de aipim

Não contém quantidade significativa de proteínas e fibra alimentar. Cada fatia pequena, de 35g, tem 142 kcal.


por Ana Carolina Pinto

Fonte: http://www.bolsademulher.com/



Arquivado em | .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):