| em 14 agosto 2011

Cuidados na Cozinha: Alguns hábitos que podem fazer mal à saúde de toda a família

Hábitos como arear a panela com palha de aço podem fazer mal a saúde

Arear a panela com palha de aço pode parecer à melhor maneira de lavar a louça. Mas não é. Muitas donas de casa não sabem, mas alguns hábitos na cozinha podem comprometer a saúde de toda a família.

Pesquisas revelam que os fragmentos do alumínio podem causar mal de Alzheimer e mal de Parkinson. Em pacientes portadores de doenças renais crônicas ou que estejam fazendo diálise, há maior incidência de alumínio no organismo. Porque esta é a porta de saída deste elemento tóxico. No tratamento de águas de piscina e reservatórios de água para o abastecimento de casas também se utilizam sais de alumínio.

Na nossa alimentação, podem-se encontrar altas taxas desse elemento, principalmente nos fermentos em pó, queijos processados e nas águas minerais extraídas de regiões onde o alumínio se encontra em grandes concentrações. É o caso da região sul do Estado de Minas Gerais e do norte do Estado de São Paulo.

Sem falar nas panelas de alumínio, que soltam pequenos fragmentos quando se utilizam colheres de metal, ao medirem a comida. É o caso das latinhas de refrigerantes e de cerveja, que também são de alumínio.

Para afastar os problemas, veja os cuidados que devem ser tomados.


• Basta lavar a louça com água e sabão. Se ainda restar alguma manchinha, seque e jogue pó de café, retirando com papel toalha. O alumínio é um mineral considerado pesado e tóxico, que, se for assimilado pelas células, torna-se doloso à saúde. Exemplos disso são casos de demência pré-senil de doença de Alzheimer. Trabalhos americanos indicaram que os portadores de Alzheimer possuem altos níveis de alumínio no organismo. "Escumadeiras, conchas, colheres não oferecem um risco considerável porque o tempo de contato com o alimento não é muito grande. Agora, armazenar a comida por um longo período em recipientes de alumínio não é indicado".

• Tábuas e outros obejetos madeira sempre estiveram presentes entre os utensílios de cozinha, porém, por serem derivados de um ser-vivo, a tábua de madeira, colher de pau e outros utensílhos apresentam riscos à saúde; a superfície da tábua, por exemplo, apresenta pequenos orifícios, que irão abrigar microorganismos, como as bactérias. Os instrumentos deve ser substituído por plásticos, que também devem ser higienizados após o uso.

• Não é bom guardar ovos na porta de geladeira. Com o abre-e-fecha, a temperatura varia muito no local. Os ovos devem ser bem refrigerados, para evitar a bactéria salmonela, que pode estar dentro da gema. Esta bactéria não muda o gosto do ovo, assim não dá para perceber se ele está contaminado.

• A esponja é um dos objetos mais contaminados da cozinha. Se ela for lavada e desinfetada todos os dias, dura até uma semana. Para desinfetá-la, coloque duas colheres de sopa de água sanitária em um litro de água. É só deixar de molho por cinco minutos, secar e guardar.

• Não se deve fechar o pacote de biscoito ou saco de café com o mesmo pregador de roupas usado no varal. A exposição do objeto ao ar livre e depois o contato com alimentos oferece risco à saúde. Mas se o prendedor é usado somente para fechar embalagens, tudo bem.

• Os frios devem ser retirados das embalagens. Coloque em recipientes plásticos e guarde na geladeira por, no máximo, cinco dias, com temperatura de 2,7 graus.

• Se você tem microondas, faça um teste para saber se ele está bom. Coloque meio copo de água dentro de duas maçãs do lado de fora, uma sobre o aparelho, e outra na frente da porta. Ligue-o por três minutos e depois corte as maçãs ao meio. Se algum ponto estiver cozido, pode ter vazamento de radiação. Leve o forno o mais rápido a assistência técnica.



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):