| em 28 agosto 2011

AN MA, a massagem popular japonesa

Segundo o Wikipédia é uma forma de massagem de origem indiana assimilada e divulgada por terapeutas do Japão. O nome da técnica deriva do nome de duas das manobras básicas que utiliza, o na (ou an), que significa apertar e o ma, que significa esfregar.

Essa terapia se baseia principalmente em pressionar e massagear pontos do corpo relacionados aos diversos meridianos estudados pela medicina tradicional chinesa, estimulando e promovendo uma cura natural, pois, quando estimulados, esses pontos aliviam a tensão muscular facilitando a circulação do sangue e da energia ("Ki" ou "Chi").

Sendo seu objetivo principal facilitar o fluxo de Chi no corpo, a Amna pode ser feita para a diminuição do estresse cotidiano que afeta a todos das grandes cidades causando então o relaxamento e o combate de diversas doenças como as disfunções de pressão arterial, asma, dores de cabeça, insônia e falta de vitalidade sexual.

Esta técnica também tem sido divulgada atualmente associada aos nomes: "Massagem Energética Japonesa", "Massagem Sentada" e "Quick Massage".


Em 2000 A.C. ela é citada nos livros de medicina oriental da China. Dela derivam outras técnicas, como o Shiatsu, Massagem Suéca e Tui-Na.


A massagem An Ma é muito popular no Japão, desde a época dos samurais. Desenvolvida na Era Edo (1603 - 1868), a partir das técnicas de Do-In transmitidas da China, a An Ma promove estímulos por meio de manobras como deslizamento, rotação, amassamento, vibração e rolagem, com o objetivo de relaxar os tendões e os músculos.

A massagem An Ma é indicada para tensões, estresse, dores do sistema esquelético, regulação dos sintomas gastrointestinais, circulatórios e bloqueios energéticos do “ki” ( energia vital).

Nos antigos livros sobre a An Ma, o método descrito consistia em diagnóstico e tratamento. Essa foi a primeira abordagem completa da medicina. Por volta de mil anos atrás, a medicina chinesa foi introduzida no Japão. Nessa época, o método da An Ma era muito conhecido pela classe médica e considerado o mais seguro e simples para o tratamento do corpo humano. Durante a Era Edo (cerca de trezentos anos atrás), exigiu-se que os médicos japoneses estudassem a An Ma a fim de entender e de se familiarizar com a estrutura do corpo humano e do seu funcionamento, em termos de linhas meridianais. O treinamento desses médicos nesse tipo de terapia manual permitiu-lhes, quando se tornaram independentes, fazer diagnósticos, receitar as ervas da medicina chinesa e localizar os “tsubôs”, os chamados pontos de acupuntura, no intuito de facilitar os tratamentos.

Infelizmente, esse antigo método de manipulação destinava-se somente ao tratamento de problemas simples, tais como ombros enrijecidos e tensão dorsal. Era considerada uma profissão para cegos, pois o governo, numa preocupação com a inclusão social, incentivou-os a trabalhar com massagem, com o intuito de protegê-los e dar-lhes uma ocupação, um meio de subsistência.

Como os cegos estivessem em situação desvantajosa para receber instrução formal sobre diagnóstico e tratamento, eles foram criando seus próprios métodos, com manobras variadas e difíceis; para afastarem os competidores não cegos. Esse procedimento terminou com que eles se preocupassem apenas em não serem copiados, fugindo do objetivo principal, que era tratar doenças.. Desse modo, a An Ma tornou-se gradualmente associada ao prazer e ao conforto.

A An Ma já era regulamentada pelo governo, e seus praticantes eram obrigados a se licenciarem junto aos órgãos competentes. Para fugir a esses regulamentos, muitos terapeutas já praticantes, mudaram o nome do tipo de tratamento que faziam. Assim nasceu o termo “shiatsu”. No Japão, as pessoas se referem ao Shiatsu como uma forma de tratamento médico e o distinguem, desse modo, da An Ma. Isso não se deve às técnicas envolvidas, mas ao fato de a An Ma ser considerada mais uma massagem para o prazer do que para a saúde. A An Ma aliada a outros tipos de massagem importados pelo Japão, serviu de base para a criação do Shiatsu e é considerada a “mãe do Shiatsu”. A massagem ocidental, o Shiatsu, assim como a An Ma, têm como objetivo curar pessoas trabalhando com sua força natural de cura para corrigir qualquer mau funcionamento interno específico da pessoa. É importante observar que a eficácia de qualquer tratamento depende da ação conjunta do praticante e do método.

AN MA MÉTODO YASUI

Dentro da técnica de An Ma existem inúmeras manobras; porém o prof.Yasui desenvolveu seu estilo inspirando-se nos samurais, utilizando somente o antebraço em movimentos como se fosse uma espada.

O terapeuta deve usar as áreas musculares e ósseas do antebraço e também os cotovelos em movimentos ao longo dos meridianos tendinomiofasciais.

O segredo para um trabalho bem feito é a postura do terapeuta. O terapeuta deve soltar o peso do corpo e movimentá-lo à medida que pressiona o antebraço no corpo do paciente. O antebraço adapta-se à qualquer região. Atualmente, alguns terapeutas estão pesquisando técnicas antigas, que estavam esquecidas, para relançá-las. Desse modo, ressurgiram as massagens utilizando bambus ou outros objetos em lugar do antebraço. Quando bem feitas, são ótimas massagens, mas a vantagem da utilização do antebraço em detrimento de outros objetos é a sensibilidade que o toque manual proporciona. A intensidade do toque faz com que o terapeuta também sinta a reação do paciente. O antebraço é mais aquecido e mais flexível, adaptando-se a qualquer região do corpo, transmitindo a energia da cura.

Mestre Hisayuki Yasui
Shiatsuterapeuta
Site: www.atsukai.com.br
E-mail: atsukai@hotmail.com

Fonte: http://www.revistapersonalite.com.br



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):