| em 07 novembro 2011

Correr Descalço: Conheça as diferenças da passada com e sem o tênis

Faz mal correr descalço? Alguns estudos apontam que o tênis limita alguns movimentos dos pés

Seguindo dicas do autor Christopher McDougall, do livro “Born to Run” (Nascido para correr), muitos corredores estão adotando a prática de correr descalços. O assunto ainda é muito controverso entre especialistas.

A não utilização de tênis modernos com amortecimento propicia um melhor desenvolvimento das articulações responsáveis pela locomoção. Especialistas, que defendem a corrida descalça, comentam que o número de atletas lesionados continua estável desde o início da década de 70. Nessa época foram desenvolvidos os primeiros calçados esportivos para corrida.

Algumas lesões, como de joelho e tendão de Aquiles aumentaram com a evolução dos tênis. Professor de biologia evolucionária humana da Universidade de Harvard, Daniel E. Lieberman comenta a evolução dos calçados: "Não há muitas evidências de que os calçados de corrida fizeram as pessoas melhorarem".

Alguns especialistas famosos compraram uma grande briga quando afirmaram que quanto mais caro o calçado, mais lesões ele causará no nosso corpo.

Nem tudo é consenso. Alguns médicos ortopedistas afirmam que mais de 95% dos corredores necessitam de correções e suportes no calçado, por não possuírem uma biomecânica perfeita da passada. Esses ortopedistas defendem ainda que o não uso de tênis na corrida irão trazer lesões graves para os atletas.

Para entender um pouco mais sobre a polêmica, as figuras abaixo indicam algumas diferenças na biomecânica da passada com e sem o tênis.


DESCALÇO

Evolução da passada sem a utilização de calçados na corrida.


A evolução do corpo humano indica uma forte mudança para facilitar a corrida. Na figura acima, observa-se que o meio do pé entra em contato com o solo antes do calcanhar. Só então a sola irá encontra o solo. O fim da passada é a impulsão realizada pelos dedos. Para acompanhar o movimento, os joelhos se dobram e a corrida fica com passos mais curtos.


COM TÊNIS

Evolução da passada utilizando tênis.


Com a utilização de calçados, o calcanhar é o primeiro a tocar o solo. A rígida sola do calçado não possibilita o trabalho dos dedos na impulsão. Esse trabalho de impulsão ficará para as pernas, especialmente os joelhos. Justamente os joelhos, onde os críticos dos calçados indicam que as principais lesões ocorrem.

A solução encontrada para correr com os benefícios do pé descalço, porém com proteção são as sapatilhas de 5 dedos.

Detalhe do calçado Fivefingers para corrida. Calçado para corrida que protege o pé e simula passada descalça.


por Atletx

Fonte: http://www.atletx.com.br



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):