| em 31 janeiro 2012

Cyber Bullying: Como saber se seus filhos são vítimas

Aprenda a reconhecer os sinais e como lidar com este tipo de problema

Goste ou não, nossa juventude de hoje optam por se comunicarem através da Internet. Redes Sociais e outros meios de comunicação como Facebook, Orkut, Twitter, YouTube são de fácil alcance e convenientes através de Smartphones e outros aparelhos que estão rapidamente se tornando um padrão em questão, o ciberespaço está tornando o assédio moral em um novo nível.

Apelidado de 'Cyberbullying', inúmeras histórias têm atingido a notícia de adolescentes que tiraram suas vidas devido a um tratamento mal-intencionados por seus pares no ciberespaço. Como pais, mais do que nunca temos de estar conscientes dos perigos potenciais envolvidos com toda a conectividade.

Cyberbullying é definido como ações nocivas que são comunicadas através de mídia eletrônica e destinam-se a constranger, prejudicar ou caluniar outro indivíduo. Mais comumente, ela ocorre em tubo como Facebook e Você, com um aumento que é atestada em mensagens de texto, SMS e salas de bate-papo. Dentro de minutos um ataque pode ser espalhado de forma viral com pouco ou nenhum controle sobre o resultado.

As vítimas mais frequentes são os os jovens de 14 a 17 anos de idade, mas, infelizmente, um número elevado de crianças em 1 º Grau têm sido relatados como vítimas. A realidade é que o cyberbullying é generalizado, de acordo com uma pesquisa recente do cyberbullying, segundo pesquisas, a cada cinco estudantes canadenses relataram ter sido intimidados.


O que pode resultar uma vítima do Cyberbullying?

• Depressão
• Frustração
• A sensação de inutilidade
• Comportamento delinqüente
• Conseqüências a longo prazo com a construção de relacionamentos
• Pensamentos suicidas e até suicídio


Quais são os sinais que você pode procurar em seu filho?

• Seu filho inesperadamente pára de usar seu telefone celular ou computador
• São hesitantes ou temerosos quando uma mensagem instantânea, mensagem de texto ou e-mail aparece
• Se está mostrando sinais de abstinência anormal de amigos
• Se há sinais de raiva, frustração ou tristeza
• Padrões anormais de sono


O que você pode fazer para impedir o Cyberbullying?


Em primeiro lugar, educar seus filhos sobre comportamentos apropriados online.

• NUNCA enviar ou postar algo quando está com raiva
• Não responder com raiva, pois isso é muitas vezes a resposta que o bully está procurando
• Criar relacionamento aberto e honesto de comunicação com seus filhos.
• Criar um contrato com o seu filho para Uso da Internet e uso do telefone celular.
• Verifique com a sua escola para ver se eles têm uma política de Bullying e, especificamente, uma Política de Cyberbullying.


Como você deve agir se seu filho for vítima de Cyberbullying?

• NUNCA responder com raiva, isso só vai piorar a situação, especialmente para seu filho.
• Ouça-o com empatia e com muito cuidado.
• Certifique-se de que seu filho se sente seguro com você, e tem um outro adulto de confiança que pode recorrer se você não está disponível.
• Recolher o máximo de informações possível sobre o incidente e relatá-lo à sua escola e se necessário a polícia, os administradores de site, prestadores de serviços Internet ou celular e operadora telefônica.


E se o meu filho é o causador do bullying?

Se você suspeitar de qualquer maneira que seu filho possa ser um cyberbullying, é muito importante resolver o problema o mais rápido possível. Oserve se seu filho costuma fechar rapidamente um aplicativo no computador quando você se aproxima, se carrega o celular com ele o tempo todo e não permite que você o veja ou se passa muito tempo na internet. Estejam atentos!


Se o seu filho for um Cyber Bullying:

• Enfatizar firmemente que Cyberbullying é um problema sério, e garantir que eles entendem que você não vai tolerar, e que isso terá conseqüências como:

- Tirar o privilégio de qualquer tipo de tecnologia que seja usadas para prejudicar os outros
- Colocá-lo para realizar tarefas comunitárias que ajude o próximo

• Fale com o pessoal da escola e peça um relatório sobre como seu filho está interagindo
• Descubra se os amigos de seu filho também são bullying, e se assim for - buscar a orientação do diretor da escola, conselheiro e / ou conselheiros.
• Educar o seu filho sobre os resultados positivos de como tratar as pessoas com respeito e bondade.

Veja também:
- Bullying: Conheça tipos e características desse mal comportamento
- Brincadeiras inocentes podem se tornar Bullying

Traduzido por Blog Filadélfia do www.momeomagazine.com



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):