| em 18 abril 2012

Comportamento narcisista na entrevista de emprego

O segredo para uma boa entrevista de emprego não está somente em agradar ao entrevistador, mas o quanto você gosta de si mesmo.


Foto: holbox / Shutterstock.com


Muitos acreditam que ser narcisista é um traço de personalidade negativo - para não dizer irritante, dependendo da pessoa.

No entanto, um novo estudo descobriu que, em entrevistas de emprego, o narcisismo pode ser útil ao candidato, desde que seja apenas no contexto de curto prazo de um processo seletivo. Lembre-se: ser contratado é uma coisa; continuar no trabalho é outra.

"Este é um cenário onde não há problema dizer coisas boas sobre si mesmo. Na verdade, é esperado que se faça exatamente isso. Simplesmente, quem está acostumado tende a fazer muito melhor do que os que não estão", disse Peter Harms, professor de administração na Universidade de Nebraska-Lincoln e co-autor do estudo, ao site ScienceDaily.

A pesquisa examinou o desempenho dos narcisistas em uma entrevista de emprego. Na primeira parte do relatório, 72 participantes foram filmados preenchendo um formulário para uma vaga. Como esperado, os narcisistas foram mais propensos a se autopromover.

Os narcisistas também demonstraram essa característica quando foram contestados pelos entrevistadores experientes. Enquanto indivíduos normais desistiram de táticas de autopromoção sabendo que seriam responsabilizados, os narcisistas aumentaram suas tentativas de parecer os melhores. Neste contexto, essa atitude ajudou. Os narcisistas se deram melhor nas entrevistas de emprego simuladas do que as pessoas não narcisistas.

"Quando se sentem desafiados, eles tendem a aumentar sua confiança. É como se eles pensassem 'você vai me desafiar? Então eu não sou apenas bom, eu sou fantástico'", explicou Harms.

Já na segunda parte do estudo, 222 avaliadores examinaram os vídeos dos candidatos, que tinham habilidades de trabalho semelhantes e níveis variados de narcisismo. Os entrevistadores gostaram dos autopromotores, que falavam rapidamente e de forma longa, e usavam táticas como sorrir, gesticular e cumprimentar os outros. Sendo assim, os narcisistas foram avaliados mais positivamente, enquanto candidatos igualmente qualificados que tendiam a demonstrar modéstia foram mais mal avaliados.

"Isso mostra que a vitória dos narcisistas está na apresentação", disse Harms. Ele afirma que o estudo revela como podemos ser falhos quando fazendo julgamentos em entrevistas. "Não necessariamente queremos contratar narcisistas, mas podemos acabar fazendo isso porque eles parecem mais autoconfiantes e capazes", apontou.

"No geral, não sabemos se os narcisistas são trabalhadores mais ou menos eficazes. Mas o que sabemos é que eles podem ser muito perturbadores e destrutivos quando lidam com outras pessoas regularmente. Se os outros candidatos têm as mesmas habilidades, provavelmente o melhor é contratá-los, em vez dos narcisistas", conclui Harms.

Fonte: olhardigital.uol.com.br



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):