| em 11 outubro 2012

Porque não retirar as cutículas

As cutículas são uma parte frequentemente esquecida da anatomia humana. Esse pequena faixa de pele existe na base de cada unha da mão e do pé, e sela o ponto de conexão entre as unhas e o corpo. Com a mudança dos hábitos de higiene pessoal nas diversas culturas, muita gente desenvolveu o hábito de cortar as cutículas. O mais comum é que isso seja realizado como esforço para melhorar a beleza pessoal, como parte de um tratamento rotineiro de manicure. Mas muita gente rói ou cutuca as cutículas, quando está distraída ou nervosa. Os dois hábitos podem ser problemáticos.

Feita de queratina, uma proteína resistente que funciona como uma barreira de proteção em algumas partes do corpo humano, a cutícula - que costuma ser exterminada pelas mulheres na hora de fazer as unhas - exerce papel muito importante na hora de evitar contaminações.

“Ela tem a função de proteger a matriz ungueal da entrada de produtos químicos, agentes biológicos e outros. A retirada dela dá abertura para entrada de infecções”, explica a dermatologista Deise Iamada. “Caso ocorra a entrada de bactérias a pessoa apresenta dor, inchaço no local e eventualmente saída de pus. Se isso ocorre com frequentemente, a pessoa apresenta o que chamamos de paroníquia crônica (inflamação da região peringueal). Na linguagem mais comum, conhecida como mão da lavadeira”.

Além disso, cortar as cutículas pode fazer com que a condição geral dos dedos e mãos se deteriore. Algumas pessoas desenvolvem infecções agudas ou crônicas na base das unhas, que requerem tratamento médico. E aqueles que passam por infecções repetidas podem terminar com unhas tortas, encravadas ou irregulares.

Por isso, o mais indicado é não tirar as cutículas. Pode parecer um absurdo, já que gostamos de cuidar das unhas e deixa-las bonitas. Mas, calma, existe opção! Se você quer deixar de tirar suas cutículas, existem cremes no mercado que prometem diminuí-las. “Hidratar bem as mãos e a área das cutículas auxilia muito. Alguns cremes podem promover uma diminuição da cutícula, um afinamento, embora não desapareçam por completo”, alerta a especialista.

Dicas de Marcos Vianna, Hair Stylist - www.viannascoiffeur.com.br

Adpatado por Blog Filadélfia do saude.hsw.uol.com.br e Revista impressa 'A Voz do Comércio' - 49º Edição



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):