| em 05 dezembro 2012

12 Dicas para manter a pele protegida dos raios solares

Com a chegada do verão todos temos a necessidade do nos proteger ainda mais das radiações solares. Confira dicas de especialistas e um arsenal completo para manter a pele saudável e ilesa.



Foto: Reprodução

Hidratação constante
O sol, a água do mar e da piscina deixam a pele ressecada. Por isso, lembre-se de hidratá-la, independentemente do tipo. “A aplicação constante de cremes hidratantes específicos para os diversos tipos de pele, antes e após a exposição solar é fundamental para a recuperação da pele e a prevenção do fotoenvelhecimento”, explica a Dra. Maria de Lourdes Palermo.

Meu FPS
Peles mais sensíveis precisam de proteção mais intensa com FPS acima de 45. Já os demais tipos de peles podem utilizar produtos com FPS 30. É o que diz a Dra. Maria de Lourdes, com uma ressalva: a exposição deve ser moderada, preferencialmente no início da manhã e no fim da tarde.

Sol do bem
Expor-se ao sol de maneira correta faz bem à saúde, especialmente na síntese da vitamina D. Ela é responsável por diversas funções no organismo, entre elas, regular a absorção de cálcio e fósforo, sendo primordial para a manutenção da cadeia óssea.

Mudanças nos rótulos
Para garantir a proteção da pele dos consumidores, em junho de 2012 a Anvisa publicou no Diário Oficial novas regras para os fabricantes de protetor solar. A principal delas diz respeito ao fator de proteção solar mínimo que passa de 2 para 6. Já os raios UVA deverão ser ao menos 1/3 do valor do FPS declarado. De acordo com as novas exigências, a expressão “100% de proteção contra as radiações solares” não poderá ser mais usada. As empresas terão dois anos para se adequar às mudanças.

Novidades do mercado
Novos princípios ativos estão sendo pesquisados no mercado cosméticos, como as vitaminas antioxidantes A, C e E, que atuam para evitar queimaduras solares. A Dra. Maria de Lourdes Palermo dá como outro exemplo o óleo de borragem, que diminui a descamação e o ressecamento da pele. Já existem também no mercado protetor com toques mais secos que não deixam a pele oleosa, ou em forma de base e pô compacto que ajudam a camuflar manchas.


TEXTO: JADE BARRETO | CONSULTORIA: DRA. MARIA DE LOURDES PALERMO E DRA. ANA PAULA DA SILVA URZEDO (DERMATOLOGISTAS)


COMO SE PROTEGER?
Para minimizar os efeitos causados pela exposição ao sol, os especialistas recomendam utilizar diariamente produtos que contenham filtro solar e associar a aplicação ao uso oral ou tópico de substâncias fotoprotetoras. A aplicação deve ser feita 20 minutos antes da exposição e a reaplicação deve ocorrer a cada 2 horas e todas as vezes que tomar banho de mar ou piscina.

Na prática
Confira 12 dicas para manter a pele saudável e protegida contra os efeitos nocivos do sol:

1) Preferencia para horários em que seja menos a intensidade dos raios UV para se expor ao sol. Não é recomendável a exposição ao sol entre 10 e 16 horas;

2) Não é aconselhável permanecer por longos períodos na mesa posição, como dormir, por exemplo. O ideal é mudar de posição frequentemente;

3) Tomar sol moderadamente para que o efeito das radiações solares seja benéfico;

4) Áreas sensíveis, como rosto, lábios e cabeça principalmente os calvos necessitam de um cuidado maior e, portanto, de um protetor solar de FPS mais elevado;

5) Durante a exposição solar, não é aconselhável a utilização de produtos como perfumes ou outros produtos não específicos, como receitas para descoloração dos pelos. Eles devem ser evitados, pois, em geral, promovem queimaduras e podem aumentar os casos de alegria, além de não protegerem contra os efeitos das radiações solares;

6) Alguns produtos de uso diário, como batom e maquiagens, fornecem proteção natural, já que, geralmente, contêm em sua composição agentes refletores de radiação solar;

7) O consumidor também deve tomar cuidado coma utilização de certos medicamentos, que em combinação com o protetor solar e o sol pode provocar reações alérgicas. Cheque com seu dermatologista;

8) Produtos importados devem trazer informações claras e em português quanto ao seu nível de proteção, tipo de pele indicado, modo de uso e demais informações que permitam sua utilização correta;

9) Optar por guarda-sóis de algodão e cor clara. A cor escura absorve radiação e calor. Tecidos de náilon produzem sombra, mas não protegem da radiação solar;

10) Verificar qual é o fator de proteção mais adequado para seu tipo de pele. Em caso de dúvida ou, se possível, sempre, devem ser utilizados os produtos com FPS mais elevados;

11) O mormaço também ocasiona queimaduras. A brisa, por oferecer uma sensação refrescante, pode levar o esquecimento dos malefícios do sol;

12) A eficiência de um protetor solar está relacionada diretamente a sua utilização correta, ou seja, o usuário deve estar atento às instruções da embalagem quanto ao tempo de reaplicação do produto, levando em consideração fatores como a transpiração e o contato direto da pele com qualquer superfície que propicie a remoção do produto.

Fonte: Revista Moda Molde - Nº 44 - Ano 4 | www.revistaonline.com.br



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):