| em 17 outubro 2013

Férias de fim de ano em Penedo – RJ


Localizada a 176 km da cidade maravilhosa, o município de Penedo fica situado no interior do estado do Rio de Janeiro e se trata de uma opção alternativa para quem vai tirar férias no fim do ano, mas deseja fugir da aglomeração de pessoas, seja nos centros comerciais, nas praias ou em locais próximos da natureza. O planejamento de uma viagem a Penedo começa com a reserva das hospedagens, pois se você não se antecipar, corre o risco de não encontrar um lugar para dormir. As pousadas em Penedo são recomendadas para o descanso e você se sente em casa.

O motivo dos viajantes brasileiros e turistas estrangeiros preferirem as pousadas é simples: os hotéis são cercados de luxo e as pousadas são como a sua casa, contando com aquela deliciosa comida caseira que parece feita pela sua avó. Ao buscar um lugar como Penedo para descansar, também é importante se desconectar da tecnologia e entrar em contato com a natureza, permitindo purificar a sua mente, deixando-o descansado, tranquilo e relaxado. Esqueça os celulares, tablets e computadores. Em Penedo, existem atividades bucólicas, mas também tem esportes radicais, então você não vai nem querer saber o que está acontecendo mundo afora.


No centro comercial de Penedo, no Rio de Janeiro, você pode encontrar muitas opções gastronômicas caso seja bom de garfo. Os restaurantes oferecem vários tipos de pratos culinários provenientes de diferentes países, mas o mais comum mesmo na região é a culinária finlandesa, pois, para quem não sabe, a cidade de Penedo, que possui 5.000 habitantes, é conhecida como a “pequena Finlândia” por causa das suas construções e por causa de uma Colônia Finlandesa que fica situada no Parque Ecológico Itatiaia. Também é possível realizar refeições saudáveis com rolinhos de couve, alimentos cozidos, patês, geleias, chocolates caseiros, frutas e peixes.

Tanto a gastronomia saudável quanto a culinária finlandesa se destacam por causa da imigração de cem homens finlandeses ao Brasil no ano de 1929. Eles foram guiados por um líder, Toivo Uuskalio, e todos eles juntos pretendiam desenvolver uma comunidade vegetariana para aproveitar tudo o que um país tropical podia oferecer para eles. Tratava-se de uma espécie de projeto comunitário que tinha como objetivo a criação de uma sociedade utópica e ideal para se viver. O projeto soava como estranho aos olhos das pessoas ao redor destes finlandeses. Além da alimentação saudável, havia respeito pela natureza e pela boa convivência.

O local de residência escolhido por esses cem imigrantes finlandeses vistos como loucos aos olhos de uma parcela da sociedade foi a Fazenda Penedo, um casarão que se localiza justamente na cidade de Penedo, que conta também com parques temáticos, lojas de artesanato, ecoturismo, mirantes e cachoeiras. Os parques temáticos tornam Penedo uma opção ideal de férias para o fim do ano, já que muitas famílias viajam acompanhadas de crianças que adoram parques temáticos. Em relação às atividades para toda a família, Penedo oferece museus com informações históricas e relíquias do estado do Rio de Janeiro e passeios a cavalo.

Também tem diferentes tipos de trilhas para caminhadas, o que é ótimo para quem fica trancafiado em um escritório durante o ano inteiro e ainda incentiva os mais jovens a realizarem algum tipo de exercício físico. Não há que se preocupar em se exercitar e sentir muito calor, pois a “pequena Finlândia” é bem fresquinha: as temperaturas da cidade de Penedo são serenas e praticamente europeias por influência da Serra da Mantiqueira que recobre toda a região, diferentemente do calor tropical da agitada cidade maravilhosa, ou seja, a cidade do Rio de Janeiro, capital do estado onde se situa Penedo.


Por Manoela Braga | Guest post



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):