| em 28 abril 2015

Lenço na cabeça, como usar?


Quem não gosta de um truque fashion para sair com um look estiloso? Lenços na cabeça é uma tendência bacana, pois é um acessório fácil de encontrar e prático de combinar.

Looks básicos podem se tornar incríveis quando você adiciona algum elemento chave na produção.

As estampas e cores são infinitas e você pode optar por aquela que faz mais o seu estilo e combine com a sua personalidade. Vale lembrar que não importa qual é o seu corte de cabelo: franjinha, curto ou longo, você pode usar e abusar dessa moda! Entre as diversas maneiras de utilizar o lenço, laços e turbantes são as favoritas das fashionistas!


Agora só falta combinar esse truque de moda com o resto da produção. Separei inspirações incríveis para cada estilo e dicas para copiar o look e arrasar por aí!

Look Básico

Esse look é super fácil de montar, perfeito para o dia a dia e confortável!



1. Blusa Devorê Arabescos Branca | 2. Short Vermelho Mineral


Look Fashion

Para as mulheres que gostam de ousar no look e acrescentar diversos elementos diferentes, o lenço é uma boa pedida!



1. Blazer Leve Branco | 2. Legging Montaria com Recortes Preta | 3. Blusa de Alça com Babados Amarela


Look Folk

Itens românticos não podem faltar para quem gosta do estilo folk. Aposte em lenços de cores neutras e delicadas.



1. Blusa Ciganinha Branca | 2. Short Azul Mineral | 3. Cinto Aplicação Strass Marron


Look Rock

Para um visual mais pesado, aposte em xadrez e lenços com cores que harmonizam com o look. Neste caso o vermelho está em evidência, mas você poderia trocar pela cor preta também.



1. Camisa Xadrez Manga Longa | 2. Regata Feminina Branca | 3. Short Jeans Barra Desfiada


Corra já pro seu guarda roupas e resgate aquele lenço que está perdido e esquecido!


Mais dicas de moda no Blog da Gabi



Arquivado em | , , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):