| em 26 julho 2015

12 Regras na educação dos filhos que você não deveria seguir


Depois de fazer um estudo sobre delinquência juvenil, o Departamento de Polícia de Houston, no Texas, criou um folheto com 12 regras de "Como criar um delinquente" e distribuiu por toda a cidade.

O objetivo era alertar os pais de que a educação começa em casa – e, para que esse processo não tenha de terminar em um "centro de atendimento socioeducativo", seria inteligente ler com atenção a lista abaixo e, caso detecte que está seguindo alguma dessas "dicas" na criação dos seus filhos, deixe de praticá-la, imediatamente.



Reprodução/Shutterstock


1. Desde pequeno dê a ele tudo o que ele desejar. Ele crescerá pensando que o mundo gira ao seu redor.

2. Ache graça quando seu filho disser palavrões, pois assim ele ficará convencido de que o que faz é original e seguirá buscando sempre chamar atenção.

3. Não ensine a ele ou oriente-o sobre a fé inteligente ou a importância de nascer de Deus. Espere que seja maior de idade e que decida por si mesmo.

4. Nunca lhe diga que ele fez algo errado, pois isso poderia deixá-lo com complexo de culpa.

5. Arrume pacientemente tudo que ele deixar jogado: livros, sapatos, meias, brinquedos… Coloque tudo no lugar por ele. Assim, ele se acostumará a transferir a responsabilidade para os outros.

6. Deixe que leia, assista e navegue pela internet sem restrições. Não se preocupe com o conteúdo que está preenchendo a mente dele. Cuidadosamente, você esterilizava as mamadeiras dele e o levou para tomar todas as vacinas, então, agora, os pensamentos dele podem ser alimentados com todo tipo de lixo.



Reprodução


7. Discuta frequentemente seus problemas conjugais quando seu filho estiver presente, assim não será uma surpresa para ele quando a família desmoronar.

8. Dê a ele todo o dinheiro que pedir e permita que gaste como quiser.

9. Satisfaça seus desejos, seja o que for: comida, bebidas, descanso, faltar às aulas... Você observará que seus desejos aumentarão com o passar do tempo. Afinal, negar-lhe coisas pode levá-lo a sentir uma grande frustração.

10. Defenda-o sempre contra os vizinhos, professores e a polícia; todos têm algo contra seu filho!

11. Quando ele estiver em graves problemas, peça perdão e justifique: “Nunca pude fazer nada por ele. Ele sempre foi assim”.

12. Prepare-se para uma vida sem momentos tranquilos – pois é exatamente isso que a espera! Mas não se preocupe, você se acostumará.


Por Patricia Barboza | Fonte: Desconhecida



Arquivado em | , .





Receba novas postagens por e-mail


ATENÇÃO! - As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Comentário(s):